Uma esfera de silício para redefinir o quilograma

Standard

Um projeto australiano pretende redefinir o quilograma e para tal está construindo uma pequena esfera de silício. Perfeita.

Todos os anos 3 pesquisadores se colocam diante da porta de um cofre nos subsolos de uma cidadezinha francesa e, simultaneamente giram suas três chaves únicas. Abrindo o cofre apenas para verificar se um pequeno cilindro de iridio e platina com 39 milímetros de altura ainda está lá. O pequeno e valioso cilindro é o quilograma padrão.

Criado em 1889 e mantido no Bureau Internacional de Pesos e Medidas (BIPM, na sigla em francês) em Sèvres. Criado em uma liga metálica com 90% de platina e 10% de iridio o cilindro, cuja altura de 39,17 mm é igual ao seu diâmetro e serve como referência internacional para calibrar todos os instrumentos de medida do planeta terra. Importante e indispensável para uniformidade dos valore aferidos ao longo do globo e para a física em geral esse rico cilindro é, há anos, ponto focal de um dos maiores embaraços da ciência moderna.

Além do papel triste e risível destes três pesquisadores há o problema da raridade e localização. Este pequeno cilindro é o único objeto em todo o universo que tem a massa exatamente igual a 1kg. Então se você quiser saber o que é um quilograma tem que ir a Sévres.  Bem.. não por muito tempo.

O ideal seria que o quilograma fosse definido em relação a um outra grandeza fundamental. Por exemplo o segundo é definido como sendo 9.192.631.770 períodos de um certo tipo de radiação emitido por átomos de césio-133 e o metro como sendo  o comprimento percorrido pela luz no vácuo durante  1/299 792 458  avos de um segundo.  Se o quilograma fosse definido desta forma ninguém precisaria ir a França e qualquer cientista poderia aferir suas medidas com precisão.

O Centro Australiano de Precisão Ótica está trabalhando em uma solução, no mínimo interessante.  Fazer uma esfera de silício, tão perfeita que tenha exatamente a massa de um quilograma. Para isso estão desenvolvendo uma esfera de silicio cujo diâmetro será preciso até uma escala menor que 0,3nm ( zero virgula três nanometros) .

Só de curiosidade um átomo de hidrogênio tem o diâmetro aproximado de 0,035 nm.

A importância desta precisão é para definir o quilograma em um número exato de átomos de silício. Uma vez que isso tenha sido definido e aceito. Qualquer um, em qualquer lugar do mundo, poderá repetir a experiência ou comprar umas destas esferas.

Notícia Original