Um probleminha que não me deixa dormir

Standard

Há alguns meses que eu não durmo bem. Tem um probleminha me incomodando a noite toda. Talvez você possa me ajudar.

O Metano e o efeito estufa.

Estudos mostram que o metano é 25 vezes mais nocivo que o carbono para o planeta Terra do que o carbono. Isso quer dizer que em um período de 100 anos uma determinada massa de metano terá um efeito 25 vezes maior que a mesma massa de dióxido de carbono. Se pararmos a emissão de metano este reagirá com o oxigênio e a cada 7 anos, a quantidade de metano no ar cairá pela metade. Desde 1750, até hoje, a quantidade de metano no ar aumentou 150% e esse gás é responsável por 20% da retenção de calor na nossa atmosfera. Esses dados podem ser encontrados no Changes in Atmospheric Constituents and in Radiative Forcing.

Over Hudson Bay
Creative Commons License photo credit: jurvetson

O Pulso do Planeta.

A Terra pulsa como um ser vivo e a corrente sanguínea passa bem no meio do Oceano Atlântico e é chamada de Corrente Termal do Atlântico Norte. Em resumo as águas quentes da superfície do mar circulam em direção ao pólo Norte onde são resfriadas pela camada de gelo da Groenlândia e descem em grande profundidade até o pólo sul. Levando calor ao Atlântico Norte e resfriando o Atlântico Sul. Além da diferença de temperatura das águas essa corrente é regulada pela quantidade de sal no Mar Ártico. Diversos pesquisadores acreditam que um derretimento muito grande na Groenlândia, o que alteraria drasticamente a salinidade, poderia parar a corrente do Atlântico Norte mergulhando o mundo em outra era glacial. Há um documento excelente do Parlamento Britânico sobre isso. Pode ser pior.

Uma substância curiosa e mortal

O hidrato de metano é uma substância curiosa. Trata-se de uma molécula de metano encapsulada por moléculas de água congelada. Só ocorre em altas pressões e baixas temperaturas como as que ocorrem no fundo do mar. Inicialmente pensou-se que todo o solo do oceano profundo fosse coberto de hidrato de metano. Hoje estima-se que a quantidade disponível desse material na natureza seja algumas ordens de grandeza menor. Ainda assim, deve ser o combustível natural mais abundante do planeta com reservas estimadas duas vezes maiores que as todas as reservas de combustível fóssil (carvão, gás e petróleo) conhecidas. O Problema aqui é que, estas reservas estão espalhadas em grandes profundidades e ainda não foram avaliadas com precisão. Você pode ler sobre isso na Wikipédia.

Um pouco de pessimismo

Marque esse ponto.

A temperatura do planeta continua aumentando. O pólo norte derrete excessivamente. A corrente do Atlântico diminui. Isto aumenta a temperatura da água no fundo do mar que derrete o Hidrato de Metano. Liberando mais metano que aumenta a temperatura do planeta.

Volte até o ponto marcado e continue lendo até acabar com a nossa civilização.

Pronto, agora que você também não vai dormir, espalhe esse artigo. Quem sabe? Talvez com mais gente sem dormir façamos alguma coisa.

3 thoughts on “Um probleminha que não me deixa dormir

  1. Não podemos mais dormir em berço esplêndido enquanto o planeta agoniza. A natureza é sábia e certamente se renovará, mas pra isso vai nos extinguir. Nos estamos cavando nossa própria cova, para ficar no popular. Muito preocupando.

    Abraços

Comments are closed.