Terremoto no Japão: O Maremoto, você e ondas de 30 metros em Fortaleza.

Standard

Desde o dia 11 de março de 2011, tenho escrito artigos sobre o terremoto do Japão e acompanhado tudo que posso. Acredito que seja a hora de entender por que este acidente, na minha humilde opinião, é tão importante para o Brasil.

 

Rio de Janeiro Abril_09 174

 

Vivemos em um país abençoado por Deus e bonito por natureza. Deve ser por isso que nossos governantes permitem, e até estimulam, a ocupação de áreas de risco. Ignorando o mínimo necessário a segurança da população como um todo.

Todos os sites especializados, jornais, telejornais, revistas, twitters e bares deste planeta concordam que o evento teria sido muito pior se fosse em um país menos preparado. O Japão gasta zilhões de dólares todos os anos em prevenção, em treinamento da população e em treinamento das equipes de apoio e resgate. Eles não são abençoados por Deus.

Imagine agora se, por algum motivo, fossemos vítimas de um maremoto. Imagine ondas de 30 metros atingindo a costa do norte e nordeste do Brasil, seis horas depois de algum evento sísmico. Imaginou? Não se trata de se, mas de quando vai acontecer.

Antes de continuar, apenas uma informação que ouvi hoje de um sismólogo na Globo News: Temos terremotos de 8 e 9 graus, todos os anos, bem no meio do Atlântico, não temos maremotos por que são terremotos de um tipo que não provoca maremotos. Ele disse tsunami.

Entre o Brasil e a África existe um vulcão, o Cumbre Vieja. Um vulcão ativo. Há 50 anos a costa deste vulcão, que está voltada para nós deslizou 4 metros e parou. Ela vai cair na água. Quando isto acontecer ondas de 30 metros varrerão o litoral norte e nordeste do Brasil do mapa. Pode ser agora mesmo ou daqui a 10000 anos. Não sabemos. Tudo o que sabemos é que vai acontecer.

 

La_palma_volcano-close

 

Vulcões são formados por camadas sobre camadas de rocha vulcânica fria. Estas camadas são laminares, as lâminas são mais ou menos uniformes e as rochas que as formam são contemporâneas. A chuva encharca estas rochas. Eventualmente o calor do próprio vulcão evapora esta água. A pressão desestabiliza a lâmina que vêm abaixo. Este é um processo bem conhecido pelos geólogos.

Maremotos podem ser produzidos por celacantos, terremotos, quedas de meteoros e, adivinhem. Grandes quantidades de rocha jogadas ao mar.

Quando a encosta do Cumbre Vieja cair, ele explode uma ou duas vezes em cada século e a última foi em 1949, provocará um maremoto que varrerá todo o Atlântico. Steve Ward da Universidade da Califórnia em Santa Cruz criou um modelo de computador que prediz ondas de 100m na origem, chegando a 50m no Caribe e  Florida.

 

 

Então vamos aos finalmentes. Um sismólogo disse que grandes movimentos de Terra provocam maremotos. Um geofísico calculou os estragos que a explosão do Cumbre Vieja causará. Todos estamos vendo os problemas que o Japão está enfrentando. O Brasil é um país abençoado por Deus.

Juntando isso tudo, o cara DePijama imagina que talvez fosse uma boa hora para pensar em planos de evacuação, sirenes de alerta e treinamentos para quando o maremoto vir. Vai ficar muito mais caro reconstruir as cidades costeiras. Sem falar nos milhões de vidas que serão perdidas.

Só para terminar. Há mais de 10 anos que conheço o Cumbre Vieja. Esta história já passou no Fantástico, Jornal Nacional, Ana Maria Braga e até no Xhou da Xuxa. E até hoje, não vi um único governante pensar em plano de evacuação. O cara DePijama, que está verdadeiramente preocupado com isso, mora a 98km do mar e a 980m de altura e você?

4 thoughts on “Terremoto no Japão: O Maremoto, você e ondas de 30 metros em Fortaleza.

  1. ini

    ISSO É VERDADE! Se uma placa tectônica se move com abalos sísmicos fortes, ela tem o poder de induzir a outa placa de se mover. Já que está ocorrendo terremotos no cinturião de fogo é certo que aqui no brasil não vao custar muito,pois o vulcão cumbre só irá cair se sofrer abalos. Só não sabemos quando, mas vai acontecer. Ai do meu amapá, pois moro no litoral do Amapá.

    Ini 2011

    • frankalcantara

      Oi Ini
      Obrigado por ler o DePijama.
      Pobre do nosso Brasil inteiro onde as autoridades não se dão ao trabalho de se quer fazer um plano de evacuação. Se eles estivessem minimamente interessados, com seis horas de antecedência poderíamos mover grande parte da população para o interior e os prejuízos seriam só materiais.

  2. suelen

    Imagine que vcs postaram estes comentários à uma semana, agora o que seria cobrado dos governantes
    já que no dia de hoje,poderia estar acontencendo um tsunami em Natal e Fernando de Noranha com um
    terremoto entre o Brasil e a Africa…temos que começar a cobrar…..

    • frankalcantara

      Oi Suelen, concordo plenamente, nos ajude a divulgar. Obrigado por ler o depijama. abçs

Comments are closed.