Terremoto no Japão: A internet acordou

Standard

Injusto este título. A internet nunca dormiu. Imediatamente depois do terremoto, antes da avaliação da tragédia, sites como o Google e o Facebook já haviam criados páginas especiais, comunidades ao longo do planeta já estavam mobilizados e pessoas comuns reportavam tudo o que ocorria e tentavam ajudar.

Já há alguns dias tenho acompanhado outras iniciativas interessantes. Pessoas comuns trabalhando em conjunto, usando a internet e suas ferramentas como canal e aglutinador, para monitorar os níveis de radiação no Japão.

A mais recente inciativa plota em um gráfico 3d do Google Earth, em tempo real, os níveis de radiação detectados por centenas de voluntários no Japão. Observe que você precisará do plugin do Google Earth instalado para ver a animação.

 

japao

Na mesma página, existem alguns outros gráficos que plotam as informações colhidas pelos voluntários em mapas diversos.