Sinais de vida fora da Terra

Standard

Dois papers publicados recentemente, com análises de dados divulgados pela Sonda Cassini, indicam a possibilidade de vida extraterrestre em Titã.

Há anos que Titã, um dos satélites naturais de Saturno fascina os cientistas em geral e astrobiologos em particular. Recentemente o escrutínio realizado nos dados recolhidos pela sonda Cassini despertou a comunidade cientifica para a possibilidade real de que, neste pequeno satélite, exista uma forma de vida baseada em metano.

Alien smoking Pot
Creative Commons License photo credit: liber

Os dois papers tentam explicar o desaparecimento de moléculas  próximo a superfície do planeta.

O primeiro, online no Journal Icarus demonstra que o desaparecimento de hidrogênio sugere a existência de formas de vida extraterrestre que estão respirando.

O segundo, disponível online no Journal of Geophysical Research aponta para uma falta de acetileno também junto a superfície do planeta.

Esta falta de acetileno, que não pode ser explicada ainda, pode ser um indicador da existência de vida baseada em metano na superfície de Titã que usa o acetileno como forma de produzir energia. Ou, em outras palavras, come acetileno.

Por enquanto, são apenas trabalhos científicos, baseados em hipóteses lógicas e corretas. Só isso, nada mais. Como sou otimista, já estou vendo pequenos fungos azuis que respiram hidrogênio, comem acetileno e que, quando colocados no leite, produzem queijo roxo com um cheiro horrível e gosto impecável.

🙂

Notícia Original.