Primeiro super computador pessoal lançado.

Standard

A Nvidia lança a série Tesla uma cpu desenvolvida com a tecnologia de processamento paralelo da própria Nvidia (CUDA) com até (Oh Deus!) 960 núcleos de processamento paralelo.

Antes de qualquer coisa, quero deixar bem claro que eu quero um! Se estiver procurando meu presente de natal, não se faça de rogado. 🙂

Super computador da Nvidia

As especificações são de parar a respiração e entre outras coisas incluem a plataforma de software específica para o desenvolvimento para as maquininhas. Softwares e linguagem de programação C, bibliotecas e compiladores especificamente desenhadas para tirar o máximo do hardware adquirido.  E roda Linux! Na página de especificação já estão listados os RedHat e o Suze. Além disso tudo, tem cara de mau!

A idéia por trás dessa máquina é disponibilizar capacidade gráfica de alto desempenho para profissionais que precisam desta capacidade no seu dia-a-dia. Como exemplo de uso a matéria original cita os médicos que precisam avaliar imagens para diagnóstico (imaginem o que a Tatiana não faria com uma máquina destas) mas as aplicações vão desde análises meteorológicas até jogos. Jogos? Sim é só uma questão de tempo.

Por enquanto, o Tesla é o que podemos ter de melhor em cima da mesa a custos razoáveis. Alguns sites indicam que os preços vão variar entre US$ 3000,00 e US$60.000,00 (nada razoável) . Há só um probleminha, pode ser que ele fique ultrapassado antes de chegar à sua mesa. Há uma inciativa da SGI, que ainda está em fase de conceito, para criar uma máquina com 10.000 cores.

Então combinamos assim, segura a grana e me compra a de 10000 cores assim que sair. 🙂

Bem-vindo a era dos teraflops!

Notícia Original

Para Saber Mais:Nvidia Tesla, SGI 10000 Cores, teraflops, Nvida Cuda