Pneus feitos de papel, melhores e mais baratos

Standard

A Universidade Estadual do Oregon, apresentou a comunidade científica um estudo de viabilidade de uma nova tecnologia para a fabricação de pneus.

O  estudo sugere que o uso de microcristais de celulose para substituir a silica usada na fabricação tradicional de pneus pode, além de reduzir a energia do processo de fabricação, aumentar a durabilidade e a eficiência do produto.

Fibras de celulose já foram usadas como reforço em alguns tipos de borracha e em produtos para a industria automotiva, tais quais cintos e material isolante. Contudo, esta é a primeira vez que o material é cogitado como componente na fabricação de pneus.  Os testes iniciais indicaram o mesmo nível de aderência em terreno seco e molhado e maior eficiência no uso de combustíveis alem de maior durabilidade.

Se estes testes se confirmarem em um universo de pesquisa mais amplo a redução de custo, de energia e o aumento da eficiência dos pneus pode ter um impacto significativo na redução da poluição provocada pelo ciclo de fabricação e uso de automóveis.

tires-recycling

O cara depijama acha este estudo muito interessante mas gostaria de ressaltar duas coisas. A primeira é o título original da matéria que, se traduzido, seria Pneus feitos de árvores. O cara depijama se recusa a traduzir este título já que pneu já é feito de árvore :), pelo menos a maioria deles. Segundo, e não menos importante, é preciso destacar que para reduzir o aquecimento global é mais interessante usar menos “árvore” e mais “reciclagem”.

Notícia Original