PHP use o que já está pronto

Standard

Analisando ambientes de desenvolvimento, como parte das minhas funções de consultor, a frase mais comum que ouço é: Resolvemos fazer aqui mesmo para ter controle total do código. Sempre que escuto isso entendo: Temos tempo e dinheiro para gastar e não nos preocupamos com desempenho.

ORM: symfony and propel
 photo credit: Andréia

O PHP é a linguagem de programação mais utilizada no momento. Possui centenas de milhares de bibliotecas e frameworks prontos para uso. Testadas em milhões de sites, todos os dias, por milhões de usuários e milhares de desenvolvedores. Algumas delas são desenvolvidas e mantidas pelas maiores empresas do mundo (Oracle, Microsoft, Yahoo! e Google, entre outras). Só existe uma razão para você fazer novamente. Ter muito dinheiro para jogar fora.

Existe uma forma de saber se você realmente precisa desenvolver algo do zero ou pode usar algo que já existe. Na verdade é muito simples. Faça assim: Sempre que for desenvolver uma nova funcionalidade, substitua o a funcionalidade por Windows e veja se faz sentido. Por exemplo: Suponha que você quer desenvolver uma função para girar uma imagem 180 graus. Você diria: Precisamos desenvolver uma função para rodar imagens para ter total controle do código. Substitua função para rodar imagens por o Windows e veja se faz algum sentido. Se fizer, você descobriu uma razão para desenvolver do zero. Se não fizer está só se enganando e perdendo tempo.

Por regra, se for começar um projeto do zero, não faça isso. Use um framework. Os frameworks são conjuntos de objetos com centenas de funcionalidades já prontas para economizar tempo e dinheiro e resolvem praticamente todos os problemas irritantes do dia-a-dia que não têm relação com as regras de negócio que farão o seu aplicativo importante.

A escolha de um framework não é fácil. Eu sugiro três que merecem sua atenção o Yii, simplesmente por ser o mais fácil para o uso do jQuery, o CodeIgniter, que tem a menor curva de aprendizado e o Zend,  que ainda têm um longo caminho pela frente, mas, é desenvolvido pela Zend.  Não se engane, em qualquer um dos casos, você terá que estudar o framework e aprender a utilizá-lo.

7 thoughts on “PHP use o que já está pronto

  1. allanmatias86

    Realmente hoje em dia existem muitas funções e bibliotecas prontas não apenas em PHP, mas em outras linguagens também, o que nos faz pensar muitas vezes em pegar algo pronto, porém como foi mencionado no artigo, algumas dessas bibliotecas prontas necessita de um conhecimento de um framework específico, o que demanda de um certo tempo em se habituar com o ambiente e o comportamento do mesmo. Creio que antes de apelarmos para o desenvolvimento de uma aplicação devemos pensar onde será desprendido o maior esforço, se no desenvolvimento do início ao fim, ou no estudo de um framework novo.

  2. jairopereira

    "Resolvemos fazer aqui mesmo para ter controle total do código", Muitas empresas tem em seu quadro de liderança (Gerente de T.I) que são formados nos tempos primórdios da Computação, que ainda utilizam o titulo de Gerente de CPD, e que não conhecem o Termo framework. Ele, juntamente com seu programador (que fez um curso técnico em programação Clipper, COBOL, VB, etc..), projetam e desenvolvem suas aplicações dentro do mundo deles, achando que com isso terão o controle total dos códigos.

    Frameworks, vejo que é uma forma de otimização de tempo e dinheiro, por que não temos uma preocupação constante com erros básicos do dia a dia de uma aplicação.

    Valeu

  3. EvertonKopec

    Muitas vezes é mais fácil gastar tempo aprendendo um novo framework e se desprender do trivial ao invés de ficar amarrado sempre a um padrão, pois em 90% dos casos o framework vai ter sua solução para a dificuldade encontrada e ainda mostrar-lhe melhorias no seu projeto.

  4. kabueno

    Analisando todo o conteudo, que vi aqui no blog, e com o que vasculhei para entrar em
    maiores detalhes, e cheguei a conclusao que usar ou nao o framework depende das vantagens e desvantagens
    da sua utilizacao no momento.
    As vantagens sao muitas…utilidade, seguranca, extensibilidade, economia de tempo…
    Tenho certeza, que vale a pena dedicar mais tempo nisso, pois as vantagens de ter um projeto bem
    estruturado e rodadando estavelmente, realmente compensam

  5. EdsonPfluck

    Hoje o que mais interessa ao mercado da informática são as boas ideias e a criatividade, mas desde que ela seja implantada de forma muito rápida, e portanto querer desenvolver algo do zero será pouco rpodutivo e muito pouco remunerado. Para tanto usar os frameworks disponiveis e conseguir implanta-lo com o uso de ótima ideia poderá ser muito gratificante e muito bem recompensado.
    EdsonPfluck – SPEI

  6. achorbach

    Trabalho no desenvolvimento de desenhos e projetos de tratamento de águas e efluentes. E o que pude notar na área da informática é o que ocorre comigo na minha área. Toda vez que preciso iniciar um novo projeto, é inadimissível a idéia de ter que desenvolê-lo desde o seu começo. Pois muitos trabalhos já desenvolvidos estão bem próximo daquilo que é exigido. Então ganhamos tempo e dinheiro quando aproveitamos esta situação.
    Entre muitas vantagens já citadas creio que a mais importante é a economia de tempo quando utilizo os frameworks disponíveis e na maioria das vezes de forma gratuita.
    Admir Correia Horbach

  7. Schamaiah

    Bom para quem esta aprendendo iniciar um site do zero não seria improdutivo pelo contrario seria , uma forma de pouco a pouco , o programador novato ir aplicando seu conhecimento em um site ,e desenvolvendo um trabalho seu , com suas características e conhecimento , e no final poder olha e falar “Fui eu que fiz”..
    Mas CLARO, apos um conhecimento avançado, o framework, se torna essencial, para o programador que já possui um conhecimento , pelas facilidades que a ferramentas oferecem ,auxiliando para que o desenvolvimento possa ser de forma rápida , mais o programador tem que ter um bom conhecimento sobre a ferramenta que vai utilizar , e estudar se realmente se faz necessária, pois as vezes pode ser feita uma implementação não tão poderosa como framework, mas com menos custo . Ai vai de a empresa analisar se a equipe possui conhecimento sobre a ferramenta, ou se vale a pena investir em treinamento de um framework…

    Heloisa S . Morais – SPEI

Comments are closed.