Para Viajar no Tempo e Salvar seu Pai

Standard

Por mais de um século a possibilidade de viajar no tempo tem excitado a mente dos cientistas, adeptos da ficção científica e dos escritores deste gênero. Desde A Máquina do tempo de H. G. Wells e suas versões e variações em filme e televisão que sonhamos com isso, cogitamos a possibilidade e estudamos com afinco essa hipótese. Einsten se debruçou sobre o tema como conseqüência direta das suas teorias.

Na verdade, a viajem no tempo é possível. Ou, não há nada na física que diga o contrário. O físico carioca

“Lost time is never found again”
Creative Commons License photo credit: steepways for obama!

Mario Novello escreveu um livro: Máquina do Tempo: Um Olhar Científico onde simplifica para nós mortais os “comos e porquês” dessa viagem.

Se tomarmos apenas as observações derivadas das teorias de Einstein que implicam que o tempo passa mais lento quanto maior for a velocidade em que o objeto se move. Viajar para o futuro é simples, basta manter-se em movimento em uma velocidade próxima da velocidade da luz por algumas horas para viajar para o futuro alguns anos. Viajar para o passado, por outro lado, exige algumas condições muito especiais.

Uma destas condições seria a criação de uma Ponte de Einstein-Rosen, um fenômeno estranho, primo-irmão do buraco negro, conhecida nos bares da vida simples como Buraco de Minhoca. Uma destas pontes poderia interligar porções distantes do universo, separadas pelo espaço e pelo tempo. Considere um túnel entre dois lados de uma mesma cidade separados por bilhões de anos-luz. Um viajante que cruza essa ponte iria instantaneamente de um ponto a outro no tempo e no espaço ou para o futuro ou para o passado, dependendo da direção da viagem.

È claro que tanto em um caso, como em outro, estamos falando de quantidades fenomenais de energia e de uma tecnologia que deve estar alguns milhares de anos na nossa frente.

O Dr. Ronald L. Mallett acredita que possa viajar no tempo, e salvar a vida do seu pai.

Dr. Mallett e a viagem no tempoO Boston Phenix publicou um artigo sobre o Dr. Mallett, da Universidade de Connecticut o Dr. em questão foi o septuagésimo oitavo americano de origem negra a conseguir um doutorado em física e tinha uma carreira cientifica estável até a publicação desta matéria.

Nos últimos 50 anos o bom doutor tem trabalhado obsessivamente com todas as teorias relacionadas com as possibilidades de viajar no tempo e publicado alguns trabalhos sobre o assunto, condensando suas pesquisas e a tecnologia atual em um livro Time Traveler (Thunder’s Mouth, 2006) que segundo o artigo virará filme através do trabalho de Spike Lee.

Suas teorias incluem a criação de um campo de alta energia em um espaço restrito com o uso de lasers e laçar nêutrons neste campo. Se tudo estiver correto com seus cálculos os nêutrons deverão viajar algumas frações de segundo de volta no tempo. Acredite ou não, essa pequena fração de segundo de volta no tempo de algo massivo com um nêutron poderá criar toda uma tecnologia revolucionária. Se você ficou curioso, você pode saber mais sobre o Dr. Mallett aqui.

Lendo e preparando esse artigo me lembrei de outro artigo que li há alguns anos.

Em 2003 o Yahoo! Publicou uma história que se espalhou pela internet como um vírus, rápida e de veracidade duvidosa. Tratava-se da história de Andrew Carissin, um cidadão que fora preso pelo órgão americano de fiscalização de operações comerciais depois de, em poucas semanas, e com um investimento inicial de US$800,00 ganhar US$350.000.000,00.

Sem dúvidas, um ganho destes em milhares de operações de risco todas com sucesso chamou a atenção dos fiscais. O curioso da história é que uma vez preso o Sr. Carissian acabou confessando que sabia os resultados das operações de antemão. Não por que tinha informações privilegiadas, mas por que era um viajante do futuro. Precisamente de 200 anos no futuro e precisava do dinheiro para consertar sua máquina temporal e voltar para casa.

É claro que tudo não passou de boato e invenção de algumas mentes maléficas, contudo não consegui achar as matérias originais, nem no Yahoo! Nem no Weekly World News, onde a notícia foi primeiramente publicada apenas referências antigas em sites comentando o artigo. Acho que essa é uma boa oportunidade para começar outra teoria da conspiração. J

Quanto ao bom doutor Mallett, fico com Sir. Bernard Shaw: “O homem razoável adapta-se ao mundo; o homem que não é razoável obstina-se a tentar que o mundo se lhe adapte. Qualquer progresso, portanto, depende do homem que não é razoável.”

Se você ler o artigo em inglês vai notar que o repórter se esforça em destacar o trauma da morte do pai como principal motivador para toda a pesquisa científica do bom Dr. o que leva o pobre blogueiro a uma pequena consideração: Se o Dr. conseguir viajar no tempo e impedir a morte de seu pai. Não terá o trauma que o impulsionou durante toda a vida a criar a máquina do tempo e, se não criar a maquina do tempo, como vai viajar para salvar o pai?

5 thoughts on “Para Viajar no Tempo e Salvar seu Pai

  1. Obrigado. Discos voadores existem. Isso está mais que provado. O que não está provado é se são só fenômenos meteorológicos, viajantes de outro tempo ou planeta ou experiências militares. Eu gostaria que fossem de outro tempo ou planeta mas, até agora só Deus Sabe!

  2. luiz lucas

    Como pode sua capacidade não ser alocada por governo, empresas e demais.È demais,só no capitalismo isso é possível.Faltou complementar seus estudos com as leis sociais das Ciencias Sociais que mostram outras sociedades possíveis.De pijamas nunca pois sua mente não descança.Pense tambem nisto e contate outras culturas e governos etc e tal.Grande Abraço.

Comments are closed.