Para mudar o Brasil basta educar

Standard

Não falo da educação regular e tradicional, sobre esta falaremos depois. Falo de um processo de educação simples, claro, limpo que qualquer um pode utilizar. A conversa. Honesta, simples e fundamentada. A mesma utilizada pelos grandes educadores da história.

Nosso país é formado de dezenas de milhões de ignorantes. Não é fácil localizar um deles mas eles estão por ai, em todo lugar. Escondem-se e misturam-se conosco, o tempo todo. Na maior parte do tempo estão disfarçados de comentaristas políticos, especialistas, advogados, professores, médicos, engenheiros e até de filósofos sumindo na multidão ou aparecendo na televisão. Onde não podemos distingui-los.

O Brasil precisa de você

O Brasil precisa de você

Preste atenção você conhece um ou dois deles. Talvez ele esteja do seu lado agora. Quem sabe neste exato momento ele esteja lecionando para sua turma, atendendo seu filho no hospital ou anotando sua multa na esquina.

Não tenha medo. Ele é muito parecido com você e precisa da sua ajuda. Ajude!

Ele não sabe, por exemplo, que não existem cláusulas pétreas na Constituição. A palavra pétrea, não está no texto da Constituição. Não há sequer um dos seus sinônimos no texto da Constituição. Ele não sabe que esta coisa de cláusula pétrea é apenas um conceito  criado pelos juristas para limitar as modificações no texto constitucional. Não sabe também que nem entre os juristas existe consenso sobre este conceito. Não sabe que com pétrea ou não já tivemos 76, isso mesmo 76 emendas constitucionais. Não sabe que apenas nós, o povo, podemos determinar o que é pétreo ou não na nossa Constituição. Ajude-o!

Ele também não sabe que é inútil votar em branco ou anular o voto.

Trata-se apenas de um protesto vazio, sem sentido, propagado pelos próprios ignorantes, e para os ignorantes, por aqueles que se locupletam do poder e do dinheiro que estes mesmos ignorantes permitem que eles recebam, desviem e roubem. Ele precisa saber que nossa  lei eleitoral garante a eleição do mais votado, mesmo que só ele tenha votado.

Nós não temos a opção de não escolher. Somos forçados a escolher entre os candidatos que foram escolhidos para nós. Isso mesmo, somos forçados, coagidos, obrigados. Nem a opção de não votar nós temos. Explique que isso não é democracia é a exploração da ignorância aleia.

Porém, seja cuidadoso, carinhoso até.

O ignorante não tem culpa, ele é fruto de um sistema eleitoral falido, administrados por outros ignorantes disfarçados de pedagogos, professores e ministros, formados pelo mesmo sistema educacional. Que acreditam que quem não cola não sai da escola. Acreditam na progressão automática de classes, acreditam em diminuir o nível do ensino para ajudar o mais fracos os ajuda de alguma forma.

Seja cuidadoso, carinho até. Converse mas não insista. Os ignorantes, quando expostos a sua própria ignorância ficam muito violentos.

Coitados!