Infelizmente em inglês. O Adam Savage dos Mythbusters fala no TED sobre como coisas simples do dia-a-dia levaram a grandes descobertas da ciência. Vale a pena assistir já que o Adam é muito simpático e fala do meu ídolo Feynman. Só lembre de uma coisa. Na maior parte das vezes as descobertas científicas são fruto de pesquisa e trabalho duro, muito duro. Contudo, não deixa de ser interessante ver como pequenas ideias levaram a grandes descobertas.

Cientistas divulgam a criação de um transistor que usa apenas um átomo. O vídeo a seguir, em inglês, divulga este trabalho. Até agora estávamos com transistores, mais ou menos, do tamanho de 10o átomos o que, a grosso modo, significa que, com esta nova tecnologia, poderemos reduzir nossos processadores e dispositivos em um fator de 100. Ou, manter o mesmo tamanho e multiplicar a capacidade de processamento também por um fator de 100.

Parece bom? É bom.

Tão bom que temos que pensar um pouco.

De fato, já sabemos como fazer transistores com um só átomo desde 2002 (link) na verdade, o problema não está em fazer o transistor, está em colocar o transistor, de um só átomo, no lugar exato onde desejamos. Só assim será possível criar um circuito com ele.

Este é o mérito deste novo trabalho: Uma forma de criar transistores de um só átomo, no lugar onde desejamos.

Há, na física, uma coisa chamada modelo padrão. Gastamos quase 100 anos e milhares de mentes brilhantes para entender como o universo é constituído. Todo ele.

Algumas partes estão mais que comprovadas. É por isso que você pode ler este blog, por exemplo. Dia destes, se alguém estiver curioso, explico. Por enquanto, fique com o vídeo a seguir. Uma boa explicação genérica da teoria de tudo. Em inglês.

Leonardo Fibonacci (ou Leonardo de Piza) viveu na Itália no fim da idade média (1170 -1250) escreveu o Liber Abaci onde defendia o módo hindu-arábico de numeração com o uso dos algaritmos 0 – 9 e o valor posicional. Não bastasse isso, nos deu a sequência que leva seu nome e, pode ser utilizada para esplicar quase tudo que há de bonito.

A animação que acompanha este pequeno artigo apresenta a beleza desta sequência.

A Fundação Bill e Melinda Gates lançou, em julho de 2011, uma iniciativa para recriar nosas privadas. Não a vida. Aquele objeto no banheiro que ninguém gosta ou vive sem. No fim do artigo está um filminho do lançamento da iniciativa, só em inglês.

Seu cocô será útil

A verdade é que, se tiverem sucesso, esta contribuição do Bill Gates para a humanidade pode ser maior e mais importante que tudo que ele já fez. Para garantir isso a fundação lançou 41.5 milhões de dólares para esta iniciativa. E dezenas de patrocínios à pesquisa já foram concedidos em todos os continentes.

Parece notícia velha, mas não é. Só agora, começam a circular propostas interessantes na internet. O que se apresenta ainda é conceitual. É necessário entender o processo e ver se é economicamente viável. Se for, pode ser uma solução para implantação imediata em condomínios.

Na europa, desde 2010 já é possivel encontrar dispositivos sanitários (lindo nome para privada) capazes de separar sólidos e líquidos, o que facilita o processamento, tanto para fertilizantes (urina) quanto para adubo (fezes), seguindo o mesmo princípio que separar papel de plástico facilita a reciclagem. Por enquanto podemos continuar hackeando privadas.

 

Tudo que o usuário precisa fazer é visualizar o ponto de destino e pensar na velocidade que gostaria de viajar e o skate, chamado de Board of Imagination,  faz o resto. Graças aos sensores incluídos em uma especie de capacete wireless desenhado pela  Emotiv,

Os sinais produzidos pelo cérebro são traduzidos pelo capacete e enviados a um tablet Sansung, rodando Windows 8 através do conector USB. O software do tablet, por sua vez, interage com o skate e controla a velocidade do skate. Para parar, tudo o que o usuário precisa fazer é pensar no destino. Segundo a entrevista da c-Net, o projeto levou 48hs de criação e dois dias de ajustes e correções.

Leitor de mentes controla skate motorizado

Me lembra muito a história do cavalo que disparava quando ouvia Graças a Deus e parava quando ouvia Santa Maria.

[youtube http://www.youtube.com/v/2KtMCX7FfZ0?version=3&hl=pt_BR]