Ainda não estou convencido que estas novas interfaces baseadas em gestos serão o futuro da humanidade mas, acabei de encomendar um Nod para mim. A ideia parece simples. Você coloca um anel no seu dedo, o computador aprende seus gestos e você controla tudo com gestos.

Trata-se de um anel de aço inoxidável, com eletrônica suficiente para entender seus gestos, em um sistema wireless. Apenas olhando o filme de demonstração parece fantástico. Ou, se preferir, uma interface homem-máquina, baseada em gestos, sobre um protocolo de rede sem fio para substituir o mouse. A tentativa de mostrar que substitui um teclado foi… lamentável.

Infelizmente ainda não acredito que seja um substituto para o mouse. Ao que tudo parece vamos ter que esperar até os comandos de voz ficarem realmente eficientes. Mas, até lá, vou brincando com o meu.

Update: Infelizmente parece que a fábrica desistiu. Eu recebi meu dinheiro de volta e nenhum nod…:(

A Amazon está com uma promoção interessante. Um ano da instância micro do seu serviço EC2 gratuita para novos clientes. Uma excelente oportunidade para criar um servidor minecraft para meu filho e seus amigos e para testar este serviço de hospedagem nas nuvens.

A instância micro parece ser suficiente para dois ou três usuários simultâneos no Minecraft. Neste tutorial vamos passar o passo a passo da configuração do serviço EC2 para aproveitar esta oportunidade. Algumas premissas importantes:

  • Este passo-a-passo assume que sua máquina está com o Windows 7 instalado;
  • Assume também que você vai instalar uma máquina Ubuntu 12 no EC2;
  • Assume também que você já tem a conta na Amazon.

Se qualquer uma destas premissas não for verdadeira, esta é uma boa hora para você procurar outra página.

Criando a instância EC2 na AWS

Acesse sua conta na Amazon Web Services (Aws). Se navegue até o EC2 Dashboard e clique no botão Launch Instance, como mostrado no fragmento de página a seguir:Começando a instalar um máquina na Amazon AWS

Na página seguinte você deverá escolher o processo de instalação. Assumindo que esta é a sua primeira vez, precisamos ser delicados então escolha Classic Wizard e clique em Continue.

Na página seguinte você precisará escolher a imagem que usará. As máquinas marcadas com uma estrela estão disponíveis para a Micro Instace, precisamos instalar uma máquina virtual que atenda esta condição para ter o serviço gratuito. Eu escolhi o Ubuntu Server 12.04 LTS 64 bits como você pode ver no fragmento a seguir:

Determinando a imagem que você usará como seu servidor minecraft

No próximo passo você deverá selecionar o tamanho do seu servidor. Certifique-se de escolher o tamanho do seu servidor. Não erre aqui. Ainda que a Amazon seja conhecida pela qualidade do seu atendimento ao cliente, a oferta de gratuidade por um ano só é válida para instâncias micro então certifique-se de escolher este tamanho, como mostrado no fragmento de página a seguir:

Selecionando o tamanho da máquina que vai rodar o Minecraft Server

Clique no botão Continue.

Na próxima página estão opções avançadas. Nenhuma delas fará diferença no seu servidor. Então simplesmente clique Continue.

O passo seguinte permite que você crie Tags para identificar sua máquina. Isto é interessante para quando você tiver centenas de máquinas rodando na Amazon. Não é o que você quer agora? Não se preocupe, treine, crie uma tag e atribua um valor, como pode ser visto no fragmento a seguir e clique em Continue.

Estas tags servem apenas para você identificar seu servidor

Neste passo você precisará prestar um pouco de atenção. Aqui você vai criar o par de chaves de segurança que serão utilizadas para administrar seu servidor. Observe o fragmento de página a seguir:

Criando as chaves de segurança para administrar seu servidor minecraft

No primeiro campo você deve digitar o nome que suas chaves terão. Este nome serve para identificar a sua chave no seu servidor. Lembre-se esta é uma chave de segurança. Clique no botão “Create & Download your key pair” e salve esta chave em algum lugar seguro da sua máquina. Mais tarde ela será importante. Sem ela será impossível administrar seu servidor. Uma vez que o download termine, clique em Continue.

Não ache que acabou. Agora teremos que lidar com o firewall da Amazon. As regras de acesso são regras dentro do que a Amazon chama de Security Group. Você precisará ter, no mínimo, duas regras. Uma para acesso SSH e outro para acessar o seu servidor Minecraft. Gente velha e paranoica tem o hábito de não usar a porta 22 para o SSH, se for paranoico, troque. O servidor Minecraft precisará da porta 25565 que também pode ser trocada. Neste caso, você terá que trocar esta porta nas configurações do servidor Minecraft também. Se não for paranoico, você pode repetir as configurações que estão no fragmento a seguir:

Criando as regras de acesso para sua máquina na Amazon

Digite um nome para seu grupo de segurança em Group Name e uma descrição em Group Description. Digite 25565 em Port Range e clique em Add Rule e  depois em Continue.

Na página seguinte você verá um resumo da sua máquina. Eu sei você não aguenta mais então clique em Launch.

O próximo passo é criar e aplicar um endereço ip para a sua máquina. Você usará este ip para acessar seu servidor e jogar Minecraft. Na tela de Dashboad do EC2, aquela primeira, procure a seguinte área:

Determinando o ip que será usado pelo servidor minecraft

Clique em Elastic IP, você está vendo 1 na minha figura mas, a sua deve estar com um 0. Você verá uma tela com um botão Allocate New Address. Clique neste botão para abrir a janela de alocação de ip como visto a seguir:

Alocando o IP do seu servidor Minecraft

Deixe eu dar uma dica: Clique no botão Yes, Allocate. Mas, não fique feliz, existe um passo a mais. Muito importante, você precisa associar o ip que alocou a sua máquina. Clique no ip para abrir a janela de alocação, como mostrado a seguir e clique em Yes, Associate. Viu só? É aqui que você vai errar. Eu esqueci de dizer para selecionar sua instância, na caixa de seleção instance.

Associando o IP ao seu servidor Minecraft

Criou o ip? Associou? Agora anote este número ele será necessário.

Acessando o Servidor

Esta foi a parte fácil. A parte difícil começa agora. Você deverá conectar no servidor Amazon, acessar a linha de comando do Ubuntu via SSH, instalar o Java e rodar o servidor. Acredite rodar o servidor será o mais fácil.

Baixe e instale o Putty. Trata-se de um cliente SSH que abre uma conexão segura com uma máquina. No caso a conexão segura será com a sua máquina Ubuntu EC2 no AWs. A instalação é simples, sem mistério ou segredos. Depois de instalado rode o programa puttygen. A tela a seguir abrirá:

Usando o puttygen para gerar uma chave ssh

Precisamos deste programa porque a chave usada pelo putty não está no mesmo formato que a chave de segurança gerada pela Amazon. Clique em Load. Navegue até o diretório onde salvou a sua chave, abra-a e, depois que o putty a converter salve em um lugar seguro, com um nome que seja simples de localizar. Para salvar clique em Save private key. É claro que você pode alterar os campo Key comment e Key passfrase, depende do seu grau de paranoia. O importante é que salve a chave em um lugar seguro e fácil de achar.

Salvou? Agora rode o Putty. A imagem a seguir mostra a janela do putty:

Congigurando o putty para acessar uma máquina ubuntu na Amazon

Observe que na minha tela já existe uma linha chamada minecraft_server, para criar a sua, digite o ip na caixa Host name (or IP address) o número da porta em port, se não mudou deve ser o 22, o nome da sua sessão em Saved Sessions e clique no botão Save. Espere, isto ainda não basta.

Clique em Data, no lado esquerdo você verá a janela a seguir:

Configurando o putty para acessar o EC2

No campo Auto-login digite a palavra Ubuntu depois clique em Session, no lado esquerdo para voltar a janela principal do Putty e clique no botão Save novamente.

Agora clique em SSH, no lado esquerdo e, logo em seguida em Auth para exibir a seguinte janela:

Configurando a chave ssh que dará acesso ao servidor minecraft

Clique no botão Browse e localize sua chave de segurança. Ainda lembra? Nós usamos o puttygen para converter a chava da Amazon em uma chave que o putty possa usar. Depois de carregar clique novamente em Sessions do lado esquerdo e novamente no botão Save.  Agora sim. Se você fez tudo certo, clique em Open. Uma janela preta, de linha de comando vai aparecer e o processo de login do Ubuntu via SSH será automaticamente executado. Quando ele terminar você terá acesso a linha de comando do Ubuntu, como visto a seguir:

Login Ubuntu do servidor minecraft, ou quase

Uau!!! Se chegou até aqui. Parabéns. Agora vamos a parte final.

Configurando o Ubuntu e instalando o servidor Minecraft

O servidor está configurado de forma que você tenha acesso aos comandos críticos através do comando sudo. Então, não altere esta configuração. Deixe de ser convencido e use o sudo. Como eu não sou convencido, pelo menos não em público, ou por escrito, todos os comandos neste tutorial terão o sudo na frente. Comece atualizando seu servidor. Para isso digite:

sudo apt-get update

Quando terminar teremos que instalar o Java, não é muito fácil, se não for usuário Ubuntu, preste atenção. Primeiro teremos que colocar o repositório WEBUPD8 para baixar os binários originais da Oracle. Digite os seguintes comandos, linha por linha, com um enter no final de cada linha.

sudo add-apt-repository ppa:webupd8team/java

sudo apt-get update

sudo apt-get install oracle-java7-installer

Não demora quase nada. Você verá uma monte de linhas estúpidas em um terminal mais estúpido ainda que, no final, terminará em um cursor piscando. Digite:

java -version

Para ver se o java está corretamente instalado. Se estiver você verá:

java version “1.7.0_06”

Java(TM) SE Runtime Environment (build 1.7.0_06-b24)
Java HotSpot(TM) 64-Bit Server VM (build 23.2-b09, mixed mode)
ubuntu@ip-10-244-137-49:~$ java version “1.7.0_06”

Agora podemos instalar o Minecraft. Para isso digite os seguintes comandos, sempre seguidos de enter:

mkdir minecraft

cd minecraft

wget https://s3.amazonaws.com/MinecraftDownload/launcher/minecraft_server.jar

Agora, tudo o que precisa é rodar o servidor. Use o seguinte comando:

sudo java -Xmx512M -Xms512M -jar minecraft_server.jar nogui

Como será a primeira vez que o servidor irá rodar, ele vai gastar alguns minutos criado as diversas “spawn areas” dá tempo de ir tomar um café. Quando ele terminar. O servidor estará rodando. Use o ip para conectar e bom jogo. Se deixar rodando o servidor estará sempre disponível.

Dúvidas? Críticas? Problemas? Me avise se funcionar.

Hoje é o dia das dicas de treinamento. Meu amigo Valmir da TTCA Soluções me enviou um e-mail dando conta que está oferencendo o primeiro curso online de administração do Vtiger.

O Vtiger é uma das melhores, se não a melhor solução de CRM em código aberto. A TTCA, por outro lado, é uma das melhores se não a melhor, consultoria Vtiger no Brasil. A oportunidade de administrar este CRM, online, é imperdível.

A inscrição pode ser realizada aqui.

Minha professora, Deborah Carvalho, me enviou essa dica para divulgação. Acredite esta é uma grande oportunidade de carreira, especificamente se você está na cidade de Curitiba e no mercado de TI. A seguir está o texto do convite:

Certificações IBM por US$30 na PUCPR dia 24/07/12, inscrições até 9/07/12

A PUCPR, através do programa IBM Smart Professsional, oferece certificações IBM pelo valor promocional de US$30. Não perca esta oportunidade de se certificar e torne-se um profissional “IBM Certified”!

Porque você não pode perder esta oportunidade?
· Porque o custo da grande maioria das certificações de TI é a partir de US$100!
· Porque os profissionais certificados, de acordo com pesquisa do IDC, tem mais chances de conseguir uma boa colocação no mercado e obter maiores salários.
· Porque uma certificação de TI traz benefícios tanto para o profissional, quanto para o empregador, quanto para o cliente, veja os detalhes aqui.

E como você vai estudar para a certificação?
· Reunindo-se com seus colegas que também tem interesse por certificação na Comunidade Smart Professional PUCPR.

E qual certificação eu devo obter?
· Se você já trabalha com alguma tecnologia IBM, busque aqui a certificação1 que procura. Se não, que tal iniciar?

Clique aqui para realizar sua inscrição até 11/09/11, e aguarde o retorno com confirmação do local e horário da prova que será realizada no dia 24/07/12. O pagamento é realizado no momento da prova com cartão de credito internacional, conforme regras Prometric.

A opinião deste humilde blogueiro

Corra! Faça logo!

O mercado exige certificação como fator de seleção. Além de você melhorar seus conhecimentos, imprescindível para passar na prova, melhorará suas chances de seleção para um emprego melhor. A IBM detém algumas tecnologias, e a consequente certificação, decisivas para seu sucesso profissional. O valor cobrado pela certificação muito abaixo do valor cobrado no mercado.

Se eu pudesse sugerir sugiriria SPSS, Cloud Computing, DB2 e Enterprise Content Management. São certificações decisivas para os melhores cargos em TI

 

Pode parecer mentira mas, todo começo e fim de período, pelo menos um dos meus estudantes aparece com esta pergunta: Professor, como faço para baixar programas antivírus grátis? No fim deste artigo está uma lista dos antivírus que eu conheço, confio e uso há muitos anos.

Parece simples para quem está envolvido com a informática o tempo todo mas, a grande verdade é que a maior parte das pessoas ainda se sente desconfortável na frente de um computador. Principalmente quanto tem que instalar alguma coisa.  As pessoas simplesmente não sabem como, ou onde, baixar o programa antivírus e, muito menos, qual é o melhor antivírus. E acabam recorrendo aos piratas de plantão ou aos sobrinhos dos amigos. Aqui em Curitiba, e acredito na sua cidade também, existe uma penca de lojinhas pelos bairros, cuidando das máquinas. De vez em quando uma destas “máquinas bem cuidadas” acaba na minha sala de aula. A última tinha mais 7435 malwares diversos instalados.

Nem todo mundo leva a sério essa coisa de vírus ou malwares em geral. Eu levo. Mesmo sabendo que os programas de antivírus só servem para os vírus de ontem e que não protegerão minha máquina o tempo todo, sempre tenho um ativo.

baixar programas antivírus grátis os melhores selecionados

Imagem de: Esparta

Além da falta de conhecimento generalizada do funcionamento do computador e dos problemas que um software mal intencionado pode causar, ainda temos o jeitinho brasileiro. Um dos meus alunos, em uma palestra de desenvolvimento web, teve a coragem de me  contar que na empresa dele, não só o sistema operacional é pirata como também os antivírus o são. Em fim, tentei explicar mas acho que pouco adiantou. Imagine! Comprar software! Imagine se alguém, algum dia, terá a ideia de distribuir antivírus pirata só para ter acesso a máquina dos outros. Quem pensaria em tamanha barbaridade?

Você não precisa comprar antivírus nem usar soluções alternativas. Tudo o que você precisa fazer é baixar programa antivírus grátis e resolver seu problema de segurança em primeiro nível. Existem alguns antivírus excelentes, totalmente gratuitos disponíveis para download na internet. Ou que, pelo menos, são gratuitos por um ano e requerem apenas que você renove a licença para usar outro ano. A seguir está uma lista dos antivírus que confio e uso há muito tempo. Na minha humilde opinião são os melhores. Mas, isto é só a minha humilde opinião.

No mundo Windows

Para máquinas com sistema operacional original

Use o Microsoft Security Essentials, não consigo imaginar nada melhor.

Para máquinas com problemas de relacionamento social

Ok, você sabe a Microsoft é uma empresa cheia de gente rancorosa que não deixa você baixar o Security Essentials se seu Windows não for original. Neste caso existem empresas especializadas na produção de antivírus, centenas delas. Eu confio nos seguintes produtos:

  1. Avast Free antivírus
  2. Avg Free antivírus

Para empresas de médio e grande porte: Neste caso, tanto o Avast quanto o Avg perdem para a antiguidade. Aqui também antiguidade é posto.

Em caso de empresas de médio e grande porte a melhor solução de antivírus corporativa ainda é fornecida pela Norton. Mas, neste caso, você precisa entender um pouquinho de políticas de rede para adquirir os produtos corretos.

No mundo Linux

Não se engane, o linux também é suscetível a vírus de computador. Já tivemos algumas provas de conceito e as máquinas foram infectadas sem maiores problemas, então proteja-se. Em ordem eu confio mais nestes:

  1. BitDefender (infelizmente não é gratuito)
  2. Avast Free for Linux (dos gratuitos é o que confio mais)
  3. Avg Free for Linux

O ClamAv é um excelente antivírus, querido pela comunidade de software livre e código aberto. Infelizmente não está na lista dos que eu confio. Tive alguns problemas com ele no passado, e confiança é como virgindade, só se perde uma vez.

No mundo móvel

  1. AVG Antivirus
  2. Faça o download do Lookout Security & Antivirus

Aqui, no mundo movél, me limito ao Android, Não tenho experiência com o Windows Phone nem com os dispositivos móveis da Apple. Estes dois que sugeri, um eu uso o outro me foi indicado por um amigo especialista em segurança móvel.

Espero que este artigo ajude a decidir. Os links estão ai, direto na página de download, não deixe de se proteger.

E você tem alguma solução melhor? Confia em outro?

Na cultura ocidental nenhuma cidade foi mais importante que Roma. Algumas como Cartago, Bizâncio ou Tebas tiveram seu tempo e sua oportunidade mas, mesmo Bizâncio, com sua extraordinária história não está tão arraigada na cultura ocidental como Roma.

o Coliseu um dos maiores símbolos da grandeza de Roma

Imagem Por Moyan_Brenn

Conhecer um pouco da história desta cidade, dos homens que a construíram, governaram e guiaram, criando um dos mais influentes impérios da história é fundamental para entender nossa cultura e como vivemos em sociedade, repetindo os mesmos erros ainda hoje.

Achei uma fantástica série de podcasts contando a história de Roma. Da duas fundação ao desaparecimento do império. São 179 episódios narrados em inglês, que podem ser baixados via iTunes ou Google Listen, ou ainda ouvidos online.

Tudo isso gratuito, de graça, na faixa….

Uma grande oportunidade para um fim de semana de chuva.

Link para Download


– Como assim carne?

Marcelo olhou assustado para o amigo e do alto dos seus 9 anos disparou: Carne, caramba! Carne de vaca!

– Ah! Tá! Como se isso fosse possível.

E rolando os olhos pequenos completou: Onde seu pai conseguiu carne de vaca?

– Na África. Lá ainda existem bois e eles matam, cortam e vendem a carne para assar.

Julhinho que estava entretido em seu mundo virtual, desconectou:

– Não é possível, ninguém assa carne. Eu assisti um filme sobre isso, esta noite, na escola e o professor deixou bem claro que a última vez que se assou carne foi há mais de 50 anos. Antes da Grande Seca.

– Não na África. Lá, no interior de alguns países, ainda assam carne. NO FOGO! O governo só não quer que saibamos disso. Uma vez, no Brasil, tinha mais boi que gente. Imagine até na cidade era possível comprar carne.

– Essa não dá, desculpa Paulo, mas essa não dá para acreditar. Primeiro você diz que vai comer carne, depois que na África eles assam carne. Qual é isso não existe. Desde que inventaram  a carne sintética, ainda antes da Grande Seca, que paramos de matar e torturar esses pobres animais.  O mundo todo assinou a lei de alforria. Todo mundo sabe disso. Ninguém mata para comer ou para se divertir. Só de pensar me dá ânsias. Boi na cidade assim é muito! Mente não que é feio.

Nada como ter nove anos para conhecer as verdades do mundo. Ciente do seu poder. Paulo disparou:

– Duvidam, então ta, no recesso,  quando acordarmos depois das aulas, Vocês estão convidados para irem na minha casa. Meu pai vai assar carne como ele aprendeu com o avo dele, no FOGO, com carvão. Só não contem para ninguém. Ele disse que isso é ilegal e que eu não podia contar para ninguém.

– Fogo… nunca vi, só nas aulas. Não foi por causa do fogo que tivemos a Grande Seca?

– Não. Foi a fumaça, muita fumaça. Os caros, os bois, as usinas a carvão, o petróleo… por isso que os países baniram o fogo. Para não fazer fumaça.

– Pois é, meu pai estava viajando e viu a carne, na estrada, sendo assada. Não resistiu e comprou um pedaço e trouxe para nós. Ele disse que o avô dele assava carne toda semana. Chamava de chupasco, e que todas as casas tinham uma chupasqueira.  Sábado, lá em casa vai ter o tal do chupasco.  Podem ir ver… podem ir… só não contem nem para o pai de vocês.  Meu pai disse que é muito bom. Ele lembra de quando ele era pequeno e o avô dele fazia. Cortava a carne, colocava no fogo até tostar, e depois cortava e servia com umas outras coisas que ele falou mas não lembro agora.

– Não achei o chupasco. Procurei em 3d achei um tal de churrasco. Mas não tenho acesso tem que ser maior de 12 anos para ver um churrasco deve ser nojento. Imagine… carne assando, pingando sangue…. fumaça… eu não vou. Imagine!