Em três de fevereiro de 2009 o telescópio espacial da agência espacial francesa (Cenes) detetou o menor exoplaneta rochoso já documentado.

O pequeno planeta tem massa menor que duas vezes a massa da Terra, foi denominado COROT-Exo-7b, e orbita sua estrela (corot-exo-7) em ciclos de 20hs. Não confundir com nosso dia, essas 20hs são equivalentes ao nosso ano. O que quer dizer que em um período menor que 24 horas o pobre planeta passa pelas quatro estações. Mais ou menos como em Curitiba.

A temperatura da superfície é tão alta que alguns astronomos acreditam que esta seja formada de lava derretida. Apesar disto, essa descoberta é importante por que é a primeira vez que conseguimos detectar um planeta pouco maior que o nosso. Até agora, a grande maioria dos 330 exoplanetas já descobertos eram gigantes gasosos muitas vezes maiores que júpiter e muito poucos possuem massa comparável a da Terra.

A densidade de Corot-Exo-7b ainda está sob investigação ele pode ser rochoso coberto de lava ou pode ser coberto de água com uma área rochosa. De uma forma ou de outra deve ser um lugar extremamente úmido e quente.

Este não é um caso de fotografia de um planeta fora do sistema solar, Corot-Exo-7b foi descoberto quando os astrônomos analisaram a sua passagem pela frente de sua estrela. Na notícia original há um pequeno gif animado que mostra onde o planetinha está orbitando em relação a sua estrela. No site do projeto há também um pequenino vídeo de 250MBytes

Notícia Original

Desde o fim do ano passado diversos objetos atingiram a superfície da terra e foram registrados por testemunhas ao longo do mundo. Aparentemente o galinho Chiken Little tinha razão, o céu está mesmo caindo.

Começando em novembro de 2008 registramos quatro meteoros, um sobre o Canadá, um sobre a Suécia, um sobre o Colorado – Eua e outro sobre Nova Zelândia. Antes que me corrijam eu sei que eles só são meteoros quando estão fora da atmosfera. Quando entram viram meteoritos. E, ao contrário do Dino da Silva Sauro, meu seguro residencial cobre meteoritos.

Todos os dias o planeta é atingido por milhares de meteorito e recebe uma chuva constante de toneladas de poeira. Esses meteoritos são especiais por terem sido gravados, por seu tamanho, e por terem sido registrados no DePijama.

O que eu não registrei aqui, por absoluta falta de tempo, foi o meteorito do Texas.

Atingindo o solo em 15 de fevereiro deste ano, A bola de fogo foi inicialmente atribuida a queda de um satélite e, alguns dias depois, vários astrônomos confirmaram que se tratava de um meteorito cujos fragmentos já foram localizados e recolidos.  O objeto era grande o suficiente para brilhar intensamente no céu azul do Texas em plena luz do dia. Vídeo a seguir.

Um outro menor caiu sobre a Finlândia, mas este último parece que foi tão pequeno que não deixou vestígios.

Aqui acabam as informações confiáveis e começam as especulações.

Um homem no Alabama encontrou uma rocha no seu carro. Que destruiu o parabrisa trazeiro e parte da lataria. Pesando mais de treze quilogramas. O pobre sujeito achou que se tratava de vandalismo puro e simples, mas pensando melhor chegou a conclusão que seria impossível alguém jogar tal rocha e causar tamanho dano. Assim considerou a hipótese de ser um meteorito e resolveu enviar para pesquisa.  Depois de ver essa notícia estampada em vários blogs fui ler com calma a matéria original e há dúvidas se a rocha é um meteoro ou um fragmento de alguma esplosão terrestre. Se souber de algo, por favor me avise.

A lista de acontecimentos suspeitos continua com em almoxarifado em New Jersey, durante um dia de trabalho normal. um pedaço de metal atravessou o teto e arrebentou algumas peças de madeira indo parar, ainda muito quente, no chão a  pouco mais de dois metros de um funcionário.

A rádio especulação reportou desde peça de satélite até pedaço de trem de pouso. Acabou por se tratar de uma peça de uma imensa serra que reduz madeira a pó em uma indústria próxima. A peça arrebentou, voou pelo céu e atingiu o armazem aproximadamente 1km de distância.

Você pensa que acabou?

O Texas é um estado grande e muito movimentado. No dia 26 de Fevereiro uma família retornava para sua casa quando perceberam um buraco no telhado, um buraco na cama de uma das filhas que atravessava o teto da cozinha e uma grande peça de metal no chão da cozinha. Susto, emergencia e os bombeiros determinaram que não havia perigo de radiação. Noata importante: Bombeiros americanos estão capacitados a determinar que não há perigo de radiação.

Para esse caso, ainda não há explicação, apesar de que todos acreditam que deve ter sido alguma coisa mundana e terrestre que explodiu e lançoa peça na casa.

E ficamos assim, o único caso documentado de um metorito que atingiu uma pessoa é o Metoro Hodges que atingiu uma mulher em 1954 e está documentado até na minha amiga Wiki.

Segura esse mouse, não clique em nada, ainda falta o quase.

No dia 2 de março de 2009 um meteoro de 30m de diâmetro passou perto da terra. Na verdade passou entre a terra e a órbita da Lua ou, a pouco mais de duas vezes a distância que os satélites artificiais mais altos costumam ficar. Se a terra fosse do tamanho da sua casa, a Lua estaria a dez casas de distância e esse meteoro teria passado a cinco casas de você. Se o sistema Terra-Lua fosse do tamanho do circulo central de um jogo de dardos essa seria a jogada que você juraria que foi na mosca e seus amigos jurariam que foi fora.

Sorte, pura sorte. o objeto denominado 2009 DD45 foi detectado poucos dias antes de atingir a nossa órbita e se viesse em nossa direção nada poderia ser feito. Com muita competência poderíamos determinar a área de impacto e tentar evacuar o local.

Não seria o fim do planeta nem da humanidade mas seria catastrófico. Supõe-se que o famos meteorito de Tunguska que atingiu uma região desabitada da Sibéria em 1908 e devastou 2150 quilometros quadrados de floresta fosse 6 vezes maior que este então, a grosso modo, estamos falando de uma área de devastada de 300km quadrados, ou de um circulo com raio de 9 quilometros. Agora, coloque a ponta seca na Av. Paulista e veja quantas pessoas teriam que ser evacuadas em dois ou três dias.

Há poucos dias vi um astrofisico dizer que o teste definitivo de uma civilização é sobreviver ao impacto de um cometa ou meteoro. Ao que parece, ainda não estamos preparados para fazer esse teste.

O ano 1979. O lugar Marechal Hermes no Rio de Janeiro. A missão viajar por um campo de asteroids .

Primeiro ano de Escola Técnica Visconde de Mauá. Segundo grau, estudando em outro bairro, tendo que pegar ônibus todos os dias. E em plena febre do fliperama eis que Asteroids chega na parada. Nunca foi tão difícil voltar para casa depois das aulas. Agora posso matar as saudades jogando online.

Paul Rouget da Fundação Mozilla  demonstra o chromakey usando o canvas, a tag vídeo e um pouco de imaginação para sobrepor vídeo em uma imagem, diretamente no seu browser.

O Chromakey é uma das técnicas mais utilizadas no cinema e na televisão, permite que você grave um ator, ou ação, em um cenário monocromático (geralmente azul para a tv e verde para o cinema) retire todas as informações referentes a cor do fundo e substitua todo essa informação por imagens vindas de algum outro lugar.  Você pode ver isso em  filmes como SinCity,  Watchmen e no Jornal Nacional.

O Canvas é um elemento html que permite que você desenhe no seu browser usando o javascript, por exemplo.  Já foram criados alguns jogos para o canvas e alguns aplicativos menores estão surgindo aqui e ali. Ainda há, como não poderia deixar de ser, vários problemas de compatibilidade e velocidade entre os browsers. Que fazer eles ainda não conseguiram nem que nós, pobres desenvoveldores, possamos fazer uma caixa que seja igual em todos os browsers, imagine desenhar…

A tag vídeo dispensa apresentações.

Então, o que o Sr. Rouget fez foi juntar tudo isso e demonstrar que é possível fazer chromakey diretamente no seu browser.

No meu funcionou, mas custou. Tive que recarregar a página umas 4 vezes e mesmo assim foi muito lento.  Me lembrou a primeira vez que fiz um chromakey na vida.

Levamos umas 4 horas acertando a luz e gravamos exatos 15 segundos de vídeo. Mas fomos para casa felizes e satisfeitos, no dia seguinte a luz já estaria ajustada e gravaríamos tudo. Infelizmente tivemos que trocar de estúdio por causa de um probleminha de caixa d’água estourada.

Notícia Original

Em um inédito video blog, Jonathan Schwartz o todo poderoso CEO da Sun explica a estratégia da empresa em três grandes grupos.

Além do vídeo a seguir, você pode encontrar o mesmo texto no blog do Sr. Schwartz ambos em inglês.

Em linhas gerais, o que ele diz que para entender a Sun, além de suas fontes de renda precisamos entender sua visão de mundo e sua estratégia. Dividindo essa estratégia em três grandes grupos:

1. Recrutar cada desenvolvedor do planeta para usar os softwares e serviços da Sun

2. Fornecer as soluções mais irresistíveis do mercado

3. Executar os serviços/vendas mais eficientes do mundo.

Segundo o Sr. Schwartz a estratégia um é puramente estratégica e eles não pretendem obter lucros se todos os programadores do mundo estiverem ujsando produtos da Sun.  Aqui podemos entender que o Java e outras ferramentas de programação e desenvolvimento  desenvolvidas pela empresa vão acabar todas em software livre e de código aberto? E outra, se todos os programadores usarem produtos da Sun isso vai provocar um lucro imenso para a empresa, ainda que não venda uma única linha de código para desenvolvimento.

Explicando o número dois ele diz que a Sun foca nos clientes que valorizam o suporte, clientes para os quais perda de produtividade ou de produção não tem preço. Clientes que preferem pagar suporte para não correr o risco de ter sua produção interrompida. Segundo ele mesmo, uma faixa pequena mais lucrativa do mercado. Faz todo sentido do mundo.

A terceira é óbvia, sonho de todas as empresas.

Mas afinal o que diabos foi essa postagem?

Não foi para mim, nem para você, nem para os funcionários da Sun. Essa postagem foi diretamente enviada para os investidores de Wall Street  pessoas que estão vendo o valor da empresa despencar e que, se não acreditarem no futuro da empresa vão continuar vendendo.

Empresa japonesa de ringtones para celular lançou um conjunto de tons que fará narizes pararem de escorrer.

flu
photo credit: Heliøs

Aparentemente, o tratamento consiste em segurar o celular sobre seu nariz durante 30 segundos enquanto ele estiver tocando. O ringtone consiste de um conjunto de sons e vibrações que se aplicados no lugar certo por alguns segundo fazem com que o nariz pare de escorrer. Segundo a notícia original, o tratamento funciona para alergias e resfriados. A mesma notícia garante que os produto foi baseado em pesquisas científicas.

Os tons já estão disponíveis para donwload nos portais das principais empresas de telefonia celular do Japão.

Também segundo a matéria original, os tons variam para homens e mulheres. Para homens o La (440hz) e para as mulheres o Do (532hz)

Se não for mais uma falácia da internet, preciso de um treco destes urgentemente.

Notícia Original

De tempos em tempos encontro um desenhista ou caricaturista que classifico como gênio da arte. Geralmente é alguém capaz de, com poucos traços simples, resumir uma idéia complexa e supreendente levando-nos ao soriso irresistível. Esse é o caso de Randall Munroe a pessoa que segura o lápis do Xkcd que despensa apresentações e hoje incluo nesta lista Chris Grine do Shoebox que acaba de publicar uma imperdível série de caricaturas de robôs.

Este ai que selecionei é o robo com uma fantástica mochila voadora e sem nenhum amigo para mostrar. Olhe a expressão do robô!

Um pastor curdo, andando sozinho no deserto em 1994 fez o que pode ser a maior descoberta arqueológica de todos os tempos. Uma descoberta que pode revolucionar a história das religiões e desvendar a verdade sobre as histórias bíblicas do Jardim do Éden.

Andando com seu rebanho em uma tarde de verão ele encontrou duas pedras com um formato estranho. Voltando a aldeia resolveu contar sobre seu achado. Afinal as pedras poderiam ser algo importante.

Poucassemanas depois a notícia da descoberta do pastor de ovelhas chegou ao conhecimento dos curadores do museu da cidade de Sanliurfa que entrou em contato com o German Archaeological Institute em Istanbul e, no final de 1994 o arqueólogo alemão Klaus Schmidt chegou ao sítio de Gobekli Tepe. O que o Sr. Schimdt encontrou pode mudar a história da humanidade.

Em um momento de rara concordância, arqueólogos de todo o mundo concordam com a importância do sitio de Gobekli Tepe. E deixa a grande maioria deles estupefatos e excitados. Uma descoberta digna dos filmes de Indiana Jones, só que na vida real, documentada e registrada.

O que o pastor de ovelhas encontrou foi a parte superior de dois monólitos em forma de T as primeiras de um sítio muito maior composto de monumentos, paredes e colunas de pedras, cobertas de entalhes de animais: Javalis, patos, serpentes, leões.

Os entalhes apresentam algumas figuras que parecem humanas, com os braços estilizados e, funcionalmente, todo o conjunto parece ser um templo ou um lugar para rituais.

Para datação, foram escavadas 45 destas “pedras” que estão organizadas em círculos, mas medições geomagnéticas indicam que existem algumas centenas de outras pedras esperando para ser escavadas.


Até agora é isso. Gobekli Tepe poderia entrar para a história como sendo o Stonehenge turco não fossem alguns fatores que tornam esse sitio único, chegando ao limite do fantástico e extraordinário.

O primeiro detalhe surgiu da datação por carbono. As pedras têm entre 12000 e 13000 anos. Ou seja, foram construídas 10.000 anos antes de Cristo. Para comparação, as pedras de Stonehenge foram levantadas 3000 anos antes de Cristo e as pirâmides de Gizésão datadas de 2500 anos antes de Cristo. Colocando o sitio de Gobekli Tepe como o mais antigo achado arqueológico da história, batendo os concorrentes com vantagem astronômica.

As pedras são anteriores a idade do bronze, a escrita, a cerâmica. São anteriores a tudo que conhecemos e como diabos os homens das cavernas fizeram tal obra?

O Sr. Schimdt especula que, durante décadas, grupos de caçadores ocuparam o lugar durante a construção, vivendo em tendas e caçando e comendo. Pontas de flechas encontradas no local suportam essa versão e confirmam a datação dos monumentos.

Por si só, a revelação que caçadores pré-tudo, tiveram a capacidade de construir um monumento como o encontrado em Gobekli Tepe, muda toda a concepção histórica que temos da evolução humana. Dotando os homens deste período de uma sofisticação inimaginável até agora. Quase como se os Deuses tivessem descido dos céus para construir Gobekli Tepe por conta própria.

É aqui que entra a conexão bíblica.

O Sr. Schimdt acredita que Gobekli Tepe seja um templo do que conhecemos hoje como o Jardim do Éden. Para entender como um cientista chega a uma conclusão destas precisamos entender que, para muitos de nós, o Jardim do Éden não passa de uma lenda ou uma metáfora da pureza da humanidade no começo dos tempos.


Para os estudiosos a história contém uma função didática e pode ter sido uma forma de registrar os traumas sofridos quando fomos forçados a deixar a caçada pela agricultura. Como está descrito na bíblia, logo no primeiro livro, de forma poética.

Sabemos que a mudança foi traumática por que fósseis da época mostram que os efeitos dessa mudança. As pessoas cresciam menos e menos saudáveis enquanto seus corpos se adaptavam a nova dieta e aos rigores da agricultura primitiva. Certamente essa mudança não foi realizada por vontade própria. Alguns historiadores acreditam na extinção de animais ou em fatores climáticos capazes de forçar essa mudança.

O Sr. Schimdt acredita em outra possibilidade.

“Para criar este templo, os caçadores devem ter se reunido aqui em grande número. E, uma vez que a obra estava concluída, devem ter se congregado em adoração. Neste momento eles devem ter percebido que seria impossível alimentar tanta gente com caçadas e coleta… então eu acredito que a religião tenha motivado a agricultura.”

Para suportar essa versão está a certeza histórica de que, a mudança para a agricultura ocorreu nesta mesma região. O que não sabemos ainda é o que motivou essa mudança. Os primeiros porcos e ovelhas domesticados são de uma região a cem quilômetros de Gobkli Tepe. O trigo que comemos hoje descende do trigo plantado nas colinas de Gobekli Tepe a milhares de anos e cereais como o arros e a aveia também podem ter sua origem traçada até essa região do mundo.

Isso não é tudo. Além de mudarem para uma forma mais trabalhosa de vida esses primeiros fazendeiros tiveram que enfrentar um desastre ecológico.O estudo do solo da região deserta que temos hoje indica que há 10.000 anos essa região foi um verdadeiro “paraíso” na Terra.Uma região cortada por rios, planícies, montanhas e vales verdejantes.A agricultura destruiu tudo isso, talvez no primeiro desastre ecológico da história.

Há medida que campos eram plantados e árvores derrubadas o micro clima da região mudou, a terra foi exposta a erosão e a terra da fartura tornou-se a terra do suor e trabalho árduo.

Por certo, alguns vão dizer que essas teorias não passam de pura especulação, por mais evidência histórica que as comprovem.

A Bíblia nos diz que o Éden estava entre 4 rios incluindo o Tigre e o Eufrates. GobeKli Tepe está entre o Tigre e o Eufrates. Um texto assírio antigo coloca Beth Eden (a casa do Éden) a 100 km de onde está Gobekli Tepe. Um outro livro do antigo testamento diz que as crianças do Eden estavam em Thelasar, uma cidade síria próxima a Gobekli Tepe. A própria palavra Eden tem origem na palavra suméria para planície e Gobekli Tepe se encontra na planície de Harran.

Quando colocamos tudo isso junto com as recentes descobertas históricas e o suporte de descobertas anteriores ficamos claramente tentados a colocar o Eden em Gobekli Tepe. Se assim for, parece que a coisa acabou mal. Foram encontrados esqueletos (Crânios) adultos no que pode ter sido os primeiro rituais de sacrifício humano da história.

Há, mais ou menos, 8000 anos os habitantes da região enterram todas as construções de Gobekli Tepe em toneladas de areia, criando as colinas artificiais onde o pastor de ovelhas costuma levar seu rebanho para pastar.

Eu praticamente traduzi a matéria original, por achar que valia a pena.O autor do texto original também escreveu um livro: The Genesis Secret by Tom Knox is published by Harper Collins on March 9, priced £6.99. To order a copy (P&P free), call 0845 155 0720. Aguardo, anciosamente, minha cópia.

Está circulando na internet o mais novo Easter Egg do OpenOffice: Como jogar space invaders no Calc.

Entre no calc, abra uma planilha em branco, digite =GAME(“StarWars”) na primeira célula e tecle enter.

Vão aparecer algumas mensagens em alemão no começo do jogo e no começo de cada fase, nem se preocupe com isso. Clique ok e jogue.

Ok, não é exatamente o space invaders, mas é a mesma idéia…:)

Notícia Original