Os caras pegaram uma linux box rodando o nagios e acoplaram a uma réplica do R2D2 e fizeram o sistema de monitoração de redes mais divertido que eu já vi na minha vida. Só vendo para crer..

Se ele fosse buscar a coca-cola na geladeira seria perfeito.

Infelizmente o site está todo em Japonês.

Será que os robôs que vemos atualmente estarão funcionando em 200 anos. Não creio, a tecnologia evoluiu muito mas não ficou mais resistente.

O Silver Swan, não é exatamente um robô, ficaria melhor colocado na categoria relógios curiosos do mundo. Hora destas faço um lista destes.

Mas está lá… funcionando desde 1773. Hoje está em exposição no Museu Bowes e todos os dias ao meio-dia e as três horas da tarde ele come um peixe. Movido por três mecanismos diferentes alguns segundos antes uma música começa, o cisne se move, pega um peixe e volta a posição de descanço.

Eu já mencionei que ele faz isso desde 1773?

A empresa japonesa UbiqWindow detentora de uma das tecnologias de projeção holográfica mais promissoras do mercado providenciou essa interessante demonstração do Google Earth.

Aparentemente eles entendem tudo de holografia e nada de desenvolvimento web. O site deles é bonito mas a navegação é um lixo.

Tower Defense é um estilo de jogo de estratégia. A idéia é colocar torres de observação e combate ao redor de uma região que precisa ser defendida. A torres colocadas irão atirar nos inimigos que temtem invadir essa região. A torres tem preço e, dependendo do número de inimigos derrubados você pode ganhar novas vidas o mais dinheiro para fazer a atualização de suas torres ou para colocar novas torres.

Tower Defense em Flash

Meu bom amigo Everaldo Canuto me passou esse link para um tower defense em flash, gratuíto na internet.

Ao contrário do pessoal de Sparta, não mate o mensageiro. Por mais irritante que ele seja. E cuidado, o ministério da saúde adverte que jogar tower defense provoca demissão, divórcio e problemas de hemorróidas

 

Sempre que visto o jaleco de desenvolvedor, ou de professor nas áreas de desenvolvimento, começo usando algo que já exista. Nada do zero. Nunca.

Todo e qualquer projeto que começei até hoje ou já existiam um sem número de bibliotecas prontas ou um bom conjunto de ferramentas para facilitar o trabalho.

Recentemente dei dois cursos de css  e tive algumas surpresas. Nos vinte alunos, não havia um único deles que conhecesse um framework para css. Na verdade, quando falei disso tive a impressão que eles acharam que estavam em algum curso de musicalidade ou marketing.

Se você ainda não se tocou, frameworks são estruturas semi-prontas para você utilizar. Existem definições melhores. Mas vamos ficar com essa por simplicidade.

O desenvolvimento web efetivo incluí uma boa camada de apresentação feita utilizando as folhas de estilo, conhecidas nas bocadas como css.

Há alguns meses acompanho o lançamento de vários frameworks para criação de folhas de estilo. Destaco aqui alguns, para sua referência e para que você pare de perder tempo com coisas básicas e possa usar seu tempo nos diferenciais do seu projeto:

1. 960 Grid System– Um esforço para criar um sistema de grade baseado na largura de 960 pixels, com 12 ou 16 colunas que podem ser usuadas separadamente ou não.

2. Blueprint CSS– O objetivo é diminuir seu tempo de desenvolvimento, fácil de usar com uma tipografia excelente. Inclui um css só para impressão.

3. Hartija – Um pouco exagerado, mas é muito fácil de usar.

4. Formy CSS – Pequeno e especializado, só para a criação de formulários.

5. Clever CSS – Uma linguagem especialmente desenvolvida para a criação de css, baseada no phyton. Ainda não usei esse, mas a concepção me parece digna de testes.

6. SenCSS – O objetivo é fornecer estilos coerentes com os padrões para todas as partes repetitivas das suas folhas de estilo. Se olharmos bem o SenCSS é um grande e detalhado reset.

7. Elements – Indo um pouco além do mero framework, o Elements fornece um verdadeiro workflow para seu projeto que incluí tudo o que você vai precisar para ficar feliz e, mais importante ter um cliente feliz. Ainda não o usei em um projeto com deadline e cliente fungando no cangote mas, nos testes e cursos se mostrou muito eficiênte. Depois que você aprende o workflow o trabalho realmente fluí.

8. LogicCSS – Esse é só para quem desenvolve em PHP. Trata-se de uma coleção de arquivos css e utilitários em php para reduzir seu tempo de desenvolvimento em busca de padronização e compatibilidade XHTML.

Por último a novidade do dia.

9. Emastic – um framework para grade usando em como unidade, que garante elasticidade ao seu design, também com uma tipografia excelente.

Eu sou adepto do php então fico com o 980 Grid ou o LogicCss, mas acho que vou migrar para o Emastic no próximo projeto. E você? Vai continuar fazendo tudo do zero?

Esse é mais um que vêm do Japão. Um robô para o treinamento de dentistas.

Mais um robô da empresa Kokoro, desta feita desenvolvido para o uso no processo de treinamento de dentistas.

O Simroid não tem medo do dentista mas reclama se ele cometer algum deslize. Feito com uma pele de silicone e com algumas centenas de sensores espalhados pela boca e pelos dentes o Simroid é capaz de sentir e reclamar quando a broca passa do ponto.

O rosto é capaz de expressar um grande número de emoções e sensações além de ser capaz de obdecer a algumas frases simples para, por exemplo acertar a posição da cabeça ou abrir mais a boca.

Dos robôs que vi ultimamente é nesse que deposito maiores esperanças afinal, é melhor que eles pratiquem em um robô que em mim…

Pelo menos até termos um sidicato de robôs.

Essa empresa também tem uma série de bonecas com uso um pouco mais, como direi… especializado.  Eles usaram a mesma tecnologia de pele que era usada para fabricação de bonecas de sexo no Simroid.

Já sei… também pensou besteira!

O br-linux está promovendo, com patrocínio da Intel um concurso de desenvolvimento de aplicativos livres e de código aberto para plataformas móveis o Intel Moblin Developer Challenge. Esse concurso me chamou a atenção por três motivos:

  • Um dos meus melhores amigos está participando. Se não fosse só isso ainda está liderando os votos com um aplicativo realmente interessante o moblin-mapper um aplicativo de visualização de mapas.
  • É um concurso para desenvolvedores brasileiros. Coisa muito rara em terras tupiniquis.
  • Teremos duas ou mais palestras sobre a iniciativa moblin na Latinoware deste ano. Pelo menos uma delas ministrada pela Sulamita Garcia.

Contudo o concurso merece mais atenção por fornecer uma fotografia do desenvolvimento de software livre e de código aberto em terras brasilis. Basta olhar o número de inscrições de projetos para verificar que não há desenvolvimento suficiente.

São poucos os projetos inscritos e muito menos pessoas votando do que seria esperado.

A iniciativa moblin é de extrema importância para o software mundial em geral e para o software nacional em particular. As plataformas móveis abriram uma nova fronteira para desenvolvedores de software e empresas do mundo inteiro.

Uma rara oportunidade de ganhar muito dinheiro em curto espaço de tempo dependendo apenas da sua criatividade e competência.

A criação de software livre e de código aberto para essa plataforma garante o domínio da tecnologia e a indispensável independência tecnológica para o país.

Diariamente leio algumas listas nacionais relacionadas ao software livre e pelo menos dois feeds. Se metade das pessoas que perdem tempo nas listas e nos fórum falando mal de outras pessoas e de outras iniciativas votassem ou apresentassem projetos, teríamos o maior concurso do mundo.

Então, saia desta mesmice e post um projeto por lá. Ou no mínimo, se é usuário de software livre e de código aberto, vá lá e vote. De preferência no Everaldo 🙂  (amigo meu não tem problema. Inimigo se não tiver eu crio!).

Uma última palavra, talvez o concurso tivesse um pouco mais de sucesso se alguém fizesse uma pequena seleção dos projetos. É uma vergonha ver um concurso destes com entradas do tipo “asdfga” enviados pelo sr. ASDFGA…

Phillip Torrone da Make Magazine compilou essa interessante lista das origens, geogáficas da linguagens de programação. Que eu, descaradamente incluo aqui.

Interessante — um Google Map mostrando de onde uma determinada linguagem de programação vem. você também pode ver essa mesma lista no Google Earth..

Para lá de curioso e interessante. Destaco que o LUA estará presente na Latinoware esse ano. Provavelmente com um curso introdutório e outro avançado.

Hoje é sexta-feira…. não entendo o porquê dessa distinção. Ouvi dizer que gente normal para de trabalhar na sexta e volta na segunda. Não é o meu caso.

De qualquer forma, se você for uma pessoa normal, dessas que param de trabalhar na sexta aproveite que ainda está na frente do computador e use esse monte de tecnologia que está a sua disposição e faça algo de inútil com ele…

Totem Destroyer o jogo

Esse jogo foi desenvolvido por Gabriel Ochsenhofer. O objetivo é colocar o pequeno totem o mais próximo possível do chão explodindo os blocos marrons. Se você começar e conseguir parar antes de ser ameçado com o divórcio ganha menção honrosa no hall da fama dos gammers.

Link