IBM demonstra o transistor de 100GHz

Standard

A IBM divulgou essa semana, em um artigo da Science Magazine,  que obteve sucesso na criação de um transistor de grafeno capaz de operar a 100GHz.

O transistor demonstrado é capaz de comutar entre ligado e desligado 100 bilhões de vezes em cada segundo ou, alguma coisa como: 10 vezes mais rápido que o transistor de silício mais rápido que temos hoje.

O grafeno é uma folha de aátomos de carbono arranjados de forma hexagonal com apenas um átomo de espessura. Vou escrever de novo: apenas um átomo de espessura. O grafite, uma das forma mais comuns do carbono é composto de um número enorme de folhas de grafeno empilhadas. Esse material, o grafeno, está revolucionando a ciencia de materiais como conhecemos. Todos os dias aparecem novas aplicações para esse material que já foi considerado o material mais forte do mundo.

O transistor da IBM abre uma nova fronteira para a eletrônica mas ainda é um protótipo não comercial. Os pesquisadores ainda têm que resolver alguns problemas causados pela grande sensibilidade apresentada pelo material a variações ambientais.

Notícia Original