Governo Americano pode ler seus documentos. Oficialmente

Standard

Curiosamente, nunca tinha pensado nisso com a atenção necessária.

Uma parte bem significante dos meus documentos, e-mails, fotos e dados em geral está em sites como o Google, Yahoo, MediaMax etc… Assim como muitos de vocês eu mantenho tantos dados quanto possível online. Todos, sem nenhuma exceção em sites de empresas americanas.

Tio SamDepois dos eventos de 11 de setembro o congresso americano aprovou uma lei dando poderes ao governo para bisbilhotar oficialmente a vida e os dados dos pobres cidadãos americanos. Incluindo nesse “bisbilhotar” os dados armazenados em sites de e-mail, documentos etc.

Juntanto os dois parágrafos acima temos que o governo americano pode bisbilhotar os meus dados. No meu caso, isso e nada é a mesma coisa. Mas e se eu fosse digamos diretor da Vale? ou presidente de uma cooperativa agrícola?

É claro que o governo americano é todo formado de pessoas idôneas e que essas pessoas só estão interessadas em possíveis ameaças terroristas e jamais irão usar esses dados para tirar vantagens comerciais. Eu tenho certeza disso! Quem me garante é um dos anões que trabalha diretamente com Papai Noel.

O que me chamou a atenção foi essa matéria, dando conta dos problemas que o Google já vem enfrentando por causa dessa legislação.

4 thoughts on “Governo Americano pode ler seus documentos. Oficialmente

  1. Mau

    É óbvio que isso acontece, acontecia e sempre acontecerá… é um pouco ingênuo supor que mesmo antes de 11/set/2001 os EUA não bisbilhotavam e-mails, ligações telefônicas, faxes, enfim, qualquer informação de qualquer pessoa que ao governo interessasse monitorar.

    O que aconteceu é que agora o governo considera legítimo esses atos em nome da sua 'guerra contra o terror', que todos nós sabemos que nada mais é que 'guerra pelo petróleo'.

  2. Oi Buzz, na verdade a diferença é que agora é legal. O Echelon e os outros sistemas do tipo, que não temos conhecimento, ou eram ilegais ou precisavam da autorização de um juiz.

    Oi Mau, mesma coisa, eu acredito que eles façam isso desde sempre, mas sempre foi ilegal, ou só sob autorização.

    Oi David, tenho sim, o mais oficial que posso ter desse me rincão da web. A matéria que deu origem a esse post já da conta dos problemas que o google está enfrentando. Mas o texto do Ato Patriótico e suas implicações está disponível na internet é só procurar. Se você precisar de ajuda, um dos serviços de consultoria que faço inclui essa análise da implicação desse ato sob as empresas de tecnologia. Só tecnologia.

Comments are closed.