Fotografando luas fora do sistema solar

Standard

O Sucesso do Telescópio Orbital Kepler é tão grande que os cientistas acreditam que serão capazes de monitorar luas orbitando planetas fora do sistema solar.

Já falei sobre isso aqui antes. O Kepler, um observatório espacial dotado de um sistema de fotômetros capazes de detectar a passagem de planetas minúsculos em frente de suas estrelas, pela variação da luz recebida está criando furor nos meios científicos.

The bird and the moon II
Creative Commons License photo credit: Flowery *L*u*z*a*

Essa semana o Dr David Kipping da University College London afirmou em um artigo publicado no Monthly Notices of the Royal Astronomical Society que conseguiu criar um método que poderá permitir a detecção de luas orbitando estes planetas exosoloares.

A idéia é concentrar as atenções nos planetas parecidos com Saturno, gigantes gasosos de baixa densidade e avaliar as variações de brilho em seu entorno. Planetas como esse bloqueiam muita luz e têm uma variação vertical em sua órbita em prazos suficientemente curtos para permitir a detecção de luas.

http://kepler.nasa.gov/ é localizar planetas com as características da Terra, tamanho, gravidade e insolação, para suporte de vida como nós a conhecemos. Mas, ressalta o bom doutor, essas condições podem ser encontradas em luas.  A técnica proposta pode aumentar a chance de encontrar mundos, sejam planetas, sejam luas em mais de 25,000 estrelas em uma distância de até 500 anos luz de distância.

Próximo passo: Detetar naves voando entre esses planetas.  🙂 Se houver vagas, o cara depijama está na fila do primeiro vôo. 🙂

Notícia Original