Concurso Nacional de Software Livre da Intel / br-linux

Standard

O br-linux está promovendo, com patrocínio da Intel um concurso de desenvolvimento de aplicativos livres e de código aberto para plataformas móveis o Intel Moblin Developer Challenge. Esse concurso me chamou a atenção por três motivos:

  • Um dos meus melhores amigos está participando. Se não fosse só isso ainda está liderando os votos com um aplicativo realmente interessante o moblin-mapper um aplicativo de visualização de mapas.
  • É um concurso para desenvolvedores brasileiros. Coisa muito rara em terras tupiniquis.
  • Teremos duas ou mais palestras sobre a iniciativa moblin na Latinoware deste ano. Pelo menos uma delas ministrada pela Sulamita Garcia.

Contudo o concurso merece mais atenção por fornecer uma fotografia do desenvolvimento de software livre e de código aberto em terras brasilis. Basta olhar o número de inscrições de projetos para verificar que não há desenvolvimento suficiente.

São poucos os projetos inscritos e muito menos pessoas votando do que seria esperado.

A iniciativa moblin é de extrema importância para o software mundial em geral e para o software nacional em particular. As plataformas móveis abriram uma nova fronteira para desenvolvedores de software e empresas do mundo inteiro.

Uma rara oportunidade de ganhar muito dinheiro em curto espaço de tempo dependendo apenas da sua criatividade e competência.

A criação de software livre e de código aberto para essa plataforma garante o domínio da tecnologia e a indispensável independência tecnológica para o país.

Diariamente leio algumas listas nacionais relacionadas ao software livre e pelo menos dois feeds. Se metade das pessoas que perdem tempo nas listas e nos fórum falando mal de outras pessoas e de outras iniciativas votassem ou apresentassem projetos, teríamos o maior concurso do mundo.

Então, saia desta mesmice e post um projeto por lá. Ou no mínimo, se é usuário de software livre e de código aberto, vá lá e vote. De preferência no Everaldo 🙂  (amigo meu não tem problema. Inimigo se não tiver eu crio!).

Uma última palavra, talvez o concurso tivesse um pouco mais de sucesso se alguém fizesse uma pequena seleção dos projetos. É uma vergonha ver um concurso destes com entradas do tipo “asdfga” enviados pelo sr. ASDFGA…