Como usar um Servidor Minecraft gratis por um ano

Standard

A Amazon está com uma promoção interessante. Um ano da instância micro do seu serviço EC2 gratuita para novos clientes. Uma excelente oportunidade para criar um servidor minecraft para meu filho e seus amigos e para testar este serviço de hospedagem nas nuvens.

A instância micro parece ser suficiente para dois ou três usuários simultâneos no Minecraft. Neste tutorial vamos passar o passo a passo da configuração do serviço EC2 para aproveitar esta oportunidade. Algumas premissas importantes:

  • Este passo-a-passo assume que sua máquina está com o Windows 7 instalado;
  • Assume também que você vai instalar uma máquina Ubuntu 12 no EC2;
  • Assume também que você já tem a conta na Amazon.

Se qualquer uma destas premissas não for verdadeira, esta é uma boa hora para você procurar outra página.

Criando a instância EC2 na AWS

Acesse sua conta na Amazon Web Services (Aws). Se navegue até o EC2 Dashboard e clique no botão Launch Instance, como mostrado no fragmento de página a seguir:Começando a instalar um máquina na Amazon AWS

Na página seguinte você deverá escolher o processo de instalação. Assumindo que esta é a sua primeira vez, precisamos ser delicados então escolha Classic Wizard e clique em Continue.

Na página seguinte você precisará escolher a imagem que usará. As máquinas marcadas com uma estrela estão disponíveis para a Micro Instace, precisamos instalar uma máquina virtual que atenda esta condição para ter o serviço gratuito. Eu escolhi o Ubuntu Server 12.04 LTS 64 bits como você pode ver no fragmento a seguir:

Determinando a imagem que você usará como seu servidor minecraft

No próximo passo você deverá selecionar o tamanho do seu servidor. Certifique-se de escolher o tamanho do seu servidor. Não erre aqui. Ainda que a Amazon seja conhecida pela qualidade do seu atendimento ao cliente, a oferta de gratuidade por um ano só é válida para instâncias micro então certifique-se de escolher este tamanho, como mostrado no fragmento de página a seguir:

Selecionando o tamanho da máquina que vai rodar o Minecraft Server

Clique no botão Continue.

Na próxima página estão opções avançadas. Nenhuma delas fará diferença no seu servidor. Então simplesmente clique Continue.

O passo seguinte permite que você crie Tags para identificar sua máquina. Isto é interessante para quando você tiver centenas de máquinas rodando na Amazon. Não é o que você quer agora? Não se preocupe, treine, crie uma tag e atribua um valor, como pode ser visto no fragmento a seguir e clique em Continue.

Estas tags servem apenas para você identificar seu servidor

Neste passo você precisará prestar um pouco de atenção. Aqui você vai criar o par de chaves de segurança que serão utilizadas para administrar seu servidor. Observe o fragmento de página a seguir:

Criando as chaves de segurança para administrar seu servidor minecraft

No primeiro campo você deve digitar o nome que suas chaves terão. Este nome serve para identificar a sua chave no seu servidor. Lembre-se esta é uma chave de segurança. Clique no botão “Create & Download your key pair” e salve esta chave em algum lugar seguro da sua máquina. Mais tarde ela será importante. Sem ela será impossível administrar seu servidor. Uma vez que o download termine, clique em Continue.

Não ache que acabou. Agora teremos que lidar com o firewall da Amazon. As regras de acesso são regras dentro do que a Amazon chama de Security Group. Você precisará ter, no mínimo, duas regras. Uma para acesso SSH e outro para acessar o seu servidor Minecraft. Gente velha e paranoica tem o hábito de não usar a porta 22 para o SSH, se for paranoico, troque. O servidor Minecraft precisará da porta 25565 que também pode ser trocada. Neste caso, você terá que trocar esta porta nas configurações do servidor Minecraft também. Se não for paranoico, você pode repetir as configurações que estão no fragmento a seguir:

Criando as regras de acesso para sua máquina na Amazon

Digite um nome para seu grupo de segurança em Group Name e uma descrição em Group Description. Digite 25565 em Port Range e clique em Add Rule e  depois em Continue.

Na página seguinte você verá um resumo da sua máquina. Eu sei você não aguenta mais então clique em Launch.

O próximo passo é criar e aplicar um endereço ip para a sua máquina. Você usará este ip para acessar seu servidor e jogar Minecraft. Na tela de Dashboad do EC2, aquela primeira, procure a seguinte área:

Determinando o ip que será usado pelo servidor minecraft

Clique em Elastic IP, você está vendo 1 na minha figura mas, a sua deve estar com um 0. Você verá uma tela com um botão Allocate New Address. Clique neste botão para abrir a janela de alocação de ip como visto a seguir:

Alocando o IP do seu servidor Minecraft

Deixe eu dar uma dica: Clique no botão Yes, Allocate. Mas, não fique feliz, existe um passo a mais. Muito importante, você precisa associar o ip que alocou a sua máquina. Clique no ip para abrir a janela de alocação, como mostrado a seguir e clique em Yes, Associate. Viu só? É aqui que você vai errar. Eu esqueci de dizer para selecionar sua instância, na caixa de seleção instance.

Associando o IP ao seu servidor Minecraft

Criou o ip? Associou? Agora anote este número ele será necessário.

Acessando o Servidor

Esta foi a parte fácil. A parte difícil começa agora. Você deverá conectar no servidor Amazon, acessar a linha de comando do Ubuntu via SSH, instalar o Java e rodar o servidor. Acredite rodar o servidor será o mais fácil.

Baixe e instale o Putty. Trata-se de um cliente SSH que abre uma conexão segura com uma máquina. No caso a conexão segura será com a sua máquina Ubuntu EC2 no AWs. A instalação é simples, sem mistério ou segredos. Depois de instalado rode o programa puttygen. A tela a seguir abrirá:

Usando o puttygen para gerar uma chave ssh

Precisamos deste programa porque a chave usada pelo putty não está no mesmo formato que a chave de segurança gerada pela Amazon. Clique em Load. Navegue até o diretório onde salvou a sua chave, abra-a e, depois que o putty a converter salve em um lugar seguro, com um nome que seja simples de localizar. Para salvar clique em Save private key. É claro que você pode alterar os campo Key comment e Key passfrase, depende do seu grau de paranoia. O importante é que salve a chave em um lugar seguro e fácil de achar.

Salvou? Agora rode o Putty. A imagem a seguir mostra a janela do putty:

Congigurando o putty para acessar uma máquina ubuntu na Amazon

Observe que na minha tela já existe uma linha chamada minecraft_server, para criar a sua, digite o ip na caixa Host name (or IP address) o número da porta em port, se não mudou deve ser o 22, o nome da sua sessão em Saved Sessions e clique no botão Save. Espere, isto ainda não basta.

Clique em Data, no lado esquerdo você verá a janela a seguir:

Configurando o putty para acessar o EC2

No campo Auto-login digite a palavra Ubuntu depois clique em Session, no lado esquerdo para voltar a janela principal do Putty e clique no botão Save novamente.

Agora clique em SSH, no lado esquerdo e, logo em seguida em Auth para exibir a seguinte janela:

Configurando a chave ssh que dará acesso ao servidor minecraft

Clique no botão Browse e localize sua chave de segurança. Ainda lembra? Nós usamos o puttygen para converter a chava da Amazon em uma chave que o putty possa usar. Depois de carregar clique novamente em Sessions do lado esquerdo e novamente no botão Save.  Agora sim. Se você fez tudo certo, clique em Open. Uma janela preta, de linha de comando vai aparecer e o processo de login do Ubuntu via SSH será automaticamente executado. Quando ele terminar você terá acesso a linha de comando do Ubuntu, como visto a seguir:

Login Ubuntu do servidor minecraft, ou quase

Uau!!! Se chegou até aqui. Parabéns. Agora vamos a parte final.

Configurando o Ubuntu e instalando o servidor Minecraft

O servidor está configurado de forma que você tenha acesso aos comandos críticos através do comando sudo. Então, não altere esta configuração. Deixe de ser convencido e use o sudo. Como eu não sou convencido, pelo menos não em público, ou por escrito, todos os comandos neste tutorial terão o sudo na frente. Comece atualizando seu servidor. Para isso digite:

sudo apt-get update

Quando terminar teremos que instalar o Java, não é muito fácil, se não for usuário Ubuntu, preste atenção. Primeiro teremos que colocar o repositório WEBUPD8 para baixar os binários originais da Oracle. Digite os seguintes comandos, linha por linha, com um enter no final de cada linha.

sudo add-apt-repository ppa:webupd8team/java

sudo apt-get update

sudo apt-get install oracle-java7-installer

Não demora quase nada. Você verá uma monte de linhas estúpidas em um terminal mais estúpido ainda que, no final, terminará em um cursor piscando. Digite:

java -version

Para ver se o java está corretamente instalado. Se estiver você verá:

java version “1.7.0_06”

Java(TM) SE Runtime Environment (build 1.7.0_06-b24)
Java HotSpot(TM) 64-Bit Server VM (build 23.2-b09, mixed mode)
ubuntu@ip-10-244-137-49:~$ java version “1.7.0_06”

Agora podemos instalar o Minecraft. Para isso digite os seguintes comandos, sempre seguidos de enter:

mkdir minecraft

cd minecraft

wget https://s3.amazonaws.com/MinecraftDownload/launcher/minecraft_server.jar

Agora, tudo o que precisa é rodar o servidor. Use o seguinte comando:

sudo java -Xmx512M -Xms512M -jar minecraft_server.jar nogui

Como será a primeira vez que o servidor irá rodar, ele vai gastar alguns minutos criado as diversas “spawn areas” dá tempo de ir tomar um café. Quando ele terminar. O servidor estará rodando. Use o ip para conectar e bom jogo. Se deixar rodando o servidor estará sempre disponível.

Dúvidas? Críticas? Problemas? Me avise se funcionar.

2 thoughts on “Como usar um Servidor Minecraft gratis por um ano

  1. Funcionou só tem que usar o usuário “ubuntu” e não “Ubuntu” no Putty.

    Muito bom o tutorial.

    Os preços o segundo ano em diante não são muito caros, só não achei o tempo minimo de contrato, ou será que da para cancelar a qualquer hora?

    • Mais uma dica que peguei de um amigo:

      Usar:
      sudo nohup java -Xmx512M -Xms512M -jar minecraft_server.jar nogui
      para deixar o processo rodando depois de fechar o Putty

      E “tail -f nohup.out” para ver o que esta acontecendo no processo.

      E claro “ps ax” para conferir se o processo esta rodando.

Comments are closed.