Astrônomos Sumerianos podem ter registrado choque de asteroide

Standard

Existe uma região na Áustria, perto da cidade de Köfels, que há muito tempo está intrigando os geólogos. essa região possuí estranhas formações rochosas que parecem ter sido formada por derretimento. Como você pode imaginar, derreter rocha não é das coisas mais simples de se fazer.

vista de satélite de kofels As explicações sobre essas formações vão desde estranhas atividades vulcânicas até testes alienígenas com armas laser.

Abre parêntesis: Procurei algum artigo sobre essas formações na internet e tudo que encontrei estava em papers científicos à venda. Ao que parece, os geólogos não estão muito ligados nessa tal de internet ainda. Fecha parêntesis.

As explicações mais populares incluem o choque de um asteróide na região. Contudo, para que essas explicações sejam aceitas como “razão mais provável” falta um pequeno detalhe: A cratera. Ninguém encontrou a cratera do impacto.  Sabemos que nem todos os impactos de asteróides provocam crateras. Mas, que uma bela cratera, bem formada, no angulo certo seria de grande ajuda ninguém pode negar.

Também existe uma placa escrita em sumério no Museu Britânico. Descoberta a 150 anos por Sir. Austen Henry Layard (arqueólogo inglês 1817-1894). Nessa placa estão algumas constelações e alguns caracteres em escrita cuneiforme.  Que ainda não têm uma tradução universalmente aceita. E cujas hipóteses incluem a comprovação de que a vida humana na terra veio de uma civilização alienígena. Você pode ver uma foto da placa na matéria original.

Putz.. alienígena duas vezes no mesmo artigo!!!

Acreditasse que a placa que está no museu britânico seja uma cópia assíria de uma placa suméria de 3123 anos AC

Recentemente, Alan Bond, diretor da Reaction Engines uma empresa de propolsores de foguetes, e Mark Hempsell, da Universidade de Bristol, publicaram um Livro onde afirmam terem traduzido a placa e, ao mesmo tempo resolvido o mistério de Köfels.

Usando um programa para determinar a posição das estrelas no céu da  região da Babilônia foi possível determinar que a placa refere-se a um evento astronômico que ocorreu no dia 29 de junho de 3123 AC.  E, através de cálculos astronômicos é possível extrapolar esse evento ao choque de um asteróide (indicado na placa)  na região de Köfels com margem de erro menor que um grau.

Segundo a notícia original (comprei o livro, mas ainda não chegou.)  o asteróide não deixou impacto por que raspou a montanha gerando o atrito necessário ao derretimento das rochas.

Notícia Original.