Alternativas gratuítas ao PhotoShop

Standard

Existem algumas alternativas ao Photoshop, algumas delas são melhores que o próprio Photoshop.

Em praticamente todas as empresas que visito existe uma cópia pirata do Photoshop. Está lá, no micro da secretária ou do administrador de rede. Uma vez, há muito tempo atrás ele precisou redimensionar uma imagem e instalou um Photoshop pirata e pronto. A coisa ficou lá. Agora eles dizem para todo mundo que sabem usar o Photoshop.

Se olharmos o lado dos profissionais de design… todos os que eu conheço, usam o photoshop pirata com a desculpa que, quando arranjarem emprego, as empresas vão exigir que eles saibam usar o photoshop.  Ou seja, o portfólio não serve para nada.

Se olharmos as universidades e, acredite, tenho olhado muito para esse lado do mercado, vamos encontrar centenas de professores em centenas de salas de aula ensinando a utilizar o photoshop em sistemas totalmente piratas, em vez de estar ensinando design e processamento de imagens.

Com esse mercado e pensamento, acabamos com anúncios como  o mostrado a seguir:

traybloodysheekVocê NÃO precisa passar por isso.

Existem diversas alternativas ao Photoshop. Algumas em software livre e de código aberto e outras somente grátis e algumas online. Tudo o que você precisa é sair do rebanho, pensar por conta própria e escolher a melhor ferramenta para você.

Começo pelo rsizr que não é alternativa ao photoshop mas é, sem sombra de dúvida, a melhor ferramenta para redimensionamento de imagens disponível no mercado.

O algoritmo de compressão permite você escolher que áreas da imagem deseja preservar. Permitindo que tire da imagem as áreas neutras e mantenha o que realmente interessa. É gratuito, online e vai resolver todos os seus problemas de redução de imagens.

Passamos para o Gimp. Se existe um software capaz de vencer o photoshop no mercado esse software é o Gimp. Trata-se de uma suite completa com 90% ou mais das funcionalidades que você encontra no Photoshop, sem nenhum custo e com algorítmos melhores para uma série de funcionalidades como, por exemplo, sharpness.

windows_crop

Além da grande qualidade e versatilidade o gimp conta com um forum em português e centenas de tutoriais online, alguns, em inglês, bem aqui.

Se você usa apenas o Windows e não quer ter muitos problemas, o PaintNet é uma boa alternativa. Não chega a ser um Gimp mas, é mais simples e tem uma qualidade excelente.

Nascido de um projeto acadêmico, o PaintNet está em franco desenvolvimento em .net, por uma comunidade de aficcionados e já foi indicado como substituto do PhotoShop por algumas revistas especializadas. Eu, prefiro o gimp.

Aviary. Existem editores e existe o Aviary. Online, desenvolvido em flash e gratuíto. O Aviary é mais que um editor. O site contem algumas das ferramentas gráficas mais interessantes e flexíveis que você vai encontrar no mercado. Se falamos apenas de editor, além de simples, bonito e rápido  o Phoenix tem todas as funcionalidades que um usuário comum pode precisar.

aviary

Peca um pouco no tratamento de imagens mas o site conta ainda com outros editores para essa funcionalidade. Conta inclusive com um editor vetorial.

Ainda considerando os editores online temos o SplashUp e o FlautR ainda não conheço nenhum dos dois muito bem. Que tal você testar e comentar aqui.

Então ficamos assim: Hoje você vai desinstalar esse photoshop pirata, instalar o Gimp e se cadastrar no aviary e passar pelo menos um mês trabalhando com essas ferramentas. Depois me diz o que achou. Acredite: Você não precisa do Photoshop!

9 thoughts on “Alternativas gratuítas ao PhotoShop

  1. Luis Guilherme

    Como usuário de Gimp, confirmo. Uso no Linux e no Windows, nem sei como abrir uma imagem no Photoshop. Agora dê dicas de bons softwares de diagramação. Ainda não achei nada que chegue aos pés do Adobe InDesign.

    • Oi Luis,
      Primeiro, obrigado por ler o Depijama. Também não conheço o InDesign mas, vou fazer o seguinte, dar uma boa olhada no InDesign e depois pesquisar o que chega mais perto ou se há algo melhor. E posto outro artigo…

Comments are closed.