A ponte de Adão, Rama ou Buda, depende de quem você adora.

Standard

A história principal você já deve conhecer. Primeiro homem, primeira mulher a velha serpente, o pecado, o castigo. Depois vieram os filhos. Um mata o outro e ganha o mundo. O que você não conhece é o resto da história. Segundo uma lenda muçulmana o pobre Adão, cansado de tantos problemas, amargurado e arrependido, também ganhou o mundo. E batendo aqui, batendo ali, acabou no topo da montanha Sinhalese Samanalakanda no Sri Lanka e lá, em pé, chorou seus pecados, parado no mesmo lugar por mil anos olhando aos céus em busca de redenção.

Sinhalese Samanalakanda, ou Montanha das Borboletas, fica na região central do Sri Lanka. Há no topo da montanha uma rocha, com 1,8 m onde está a pegada de Adão, segundo a tradição Muçulmana, de Buda segundo a tradição budista ou de Shiva segundo a tradição Tamil. Graças a tradição muçulmana o monte também é conhecido como Pico de Adão. Na imagem a seguir, vemos um monge budista em adoração a pegada em questão. Isto deve lhe dar uma ideia de sobre o quê estamos falando.

buddhist-monk-venerating-500

Uma outra tradição, também ligada aos muçulmanos da área, narra que a pegada foi deixada por Adão, não em mil anos, não em uma tentativa de expiração mas sim no momento em que ele tocou a terra pela primeira vez, assim que foi expulso do Eden. Segundo esta tradição, o Éden não ficava muito longe dali. O Sri Lanka era o paraíso.

srilanka Vamos, só para facilitar, ficar com a primeira tradição, menos bairrista e com mais tempero. E vamos voltar o Éden para a Mesopotâmia, ou na Turquia de hoje. Em fim, em algum lugar do oriente médio próximo, onde, segundo a nossa tradição ocidental, europeia e branca, deveria estar. Se assim for, como Adão poderia ter chegado ao Sri Lanka?

A nado? Se a geografia não estiver afiada, lembro que o Sri Lanka é uma ilha, no sul da Índia. Muito bonito, grande, misterioso e milenar. Ainda assim, uma ilha.

Agora, para continuar nossa história, teremos que dar um pulinho de alguns milhares de anos e viajar até a  China, ou quase, na comitiva de Marco Polo. Em seu diário de viagem, o explorador Veneziano, dá conta de uma linha de bancos de areia e recifes de coral chamada de Ponte de Rama ou Ponte de Adão, ligando o Sri Lanka à Índia. Não satisfeito, completa: “Agora, Está fora de uso mas, pode ser encontrada no trabalho de todos os geógrafos e historiadores orientais que tenham tratado desta parte da Índia”. Este trecho está na tradução, século XIX, do diário das viagens realizadas por Marco Polo entre os anos de 1271 e 1295.

marco_polo_travels

A história não para ai. A Nasa entrou na dança.

AdamsBridge02-NASA Em 1994, durante a missão sts-59 do Edeavour, a Nasa divulgou imagens da área da ponte, onde é possível ver, claramente, uma marca do que poderia ter sido a ponte, com 18km de extensão, ligando a Índia ao Sri Lanka. Vista do alto em um dia claro e sem nuvens parece ser inegável que esta ligação por terra realmente existiu. Link da foto original na Nasa.

Uma das explicações científicas aceitas é que  ponte seja uma herança do processo geológico que separou o Sri Lanka da Índia, o que explicaria também os blocos de formas retas encontradas no fundo do mar.

Estes blocos deram origem a lenda de que  ponte teria sido construída pelo homem milhões de anos antes do Adão caminhar por ela. Esta estória corre a internet de tempos em tempos, se renovando e aumentando.

Cientificamente, o que temos é uma rara formação geológica datada de alguns milhares de anos, e não milhões, formada pela criação de corais e o acúmulo de arei. Que, muito provável mente, até algumas centenas de anos estava totalmente fora d’água.  Sim, provavelmente foi uma rota de comércio e há relatos que tenha sido destruída por um tufão.

Do ponto de vista das religiões da Índia, a ponte foi criada por Rama para recuperar sua esposa que havia sido sequestrada. Recentemente a ponte tornou-se um objeto de adoração e acabou no tribunal com um porta voz do governo Indiano que afirmou categoricamente que a ponte não foi criada pelo homem.

2 thoughts on “A ponte de Adão, Rama ou Buda, depende de quem você adora.

  1. Diogo Fernandes

    Tenha a ponte sido criada pelo homem ou não, pode-se ter como lição, o sacrifício de Adão, chegar até o outro lado do mar para chorar seus pecados diante de Deus. Um exemplo para todos nós hoje em dia, cruzarmos as barreiras da falta de tempo e dos problemas do dia a dia para se achegar a Ele.

Comments are closed.