A crise mundial vista por um americano, com uma pitada de brasileirice

Standard

Acabei de receber o texto. Meu, muito bom, amigo Amilton enviou-me em um e-mail. Sem autoria ou origem. Normalmente quando recebo estes textos, apenas rio, eventualmente comento e muito raramente envio para outras pessoas mas, este é tão bom, e tão atual que não consegui resistir e resolvi postar aqui.

O sujeito se chama Marc Faber. Ele é Analista de Investimentos e empresário.
Em junho de 2008, quando o Governo Bush estudava lançar um projeto de ajuda
à economia americana, Marc Faber encerrava seu boletim mensal com um comentário bem-humorado:

Dollars !
Creative Commons License photo credit: pfala

“O Governo Federal está concedendo a cada um de nós uma bolsa de U$ 600,00.
Se gastarmos esse dinheiro no supermercado Wall-Mart, esse dinheiro vai para a China.
Se gastarmos com gasolina, vai para os árabes.
Se comprarmos um computador, vai para a Índia.
Se comprarmos frutas e vegetais, irá para o México, Honduras e Guatemala.
Se comprarmos um bom carro, irá par a a Alemanha ou Japão.
Se comprarmos bugigangas, irá para Taiwan…
E nenhum centavo desse dinheiro ajudará a economia americana. O único meio de manter esse dinheiro na América é gastá-lo com prostitutas e cerveja, considerando que são os únicos bens ainda produzidos por aqui. Estou fazendo a minha parte…”

Resposta de um brasileiro igualmente bem humorado:

“Realmente a situação dos americanos parece cada vez pior. Lamento informar que, depois desse seu e-mail, a Budweiser foi comprada pela brasileira AmBev… portanto, restaram apenas as prostitutas. Porém, se elas (as prostitutas) repassarem parte da verba para seus filhos, o dinheiro virá para Brasília”.!!

GENIAL!