Web Designer? Não leia isso.

Standard

Afinal, você não quer que sua vida seja mais simples, quer?

Allan Jardine, um web designer de mão cheia. Acabou de lançar uma ferramenta com nome muito sugestivo e criativo: Design.

A idéia é simples; Você inclui um link na sua barra de favoritos e quando estiver interessado em estudar o design de uma página web abre a página no seu navegador, clica no link da ferramenta e ela abre um ambiente de análise para você que, entre outras coisas pode montar uma grade sobre a página em questão para a distribuição de conteúdo.

Segundo o próprio Allan, a ferramenta já foi testada e funciona nos seguintes navegadores:

* Internet Explorer 7
* Firefox 2< * Safari 2.0.4+ * Opera 9.2+ Eu testei no Firefox 2 e 3 com muito sucesso. O script disponibiliza uma ferramenta de grade, as réguas (vertical e horizontal), uma ferramenta de medida de distância e uma cruz (cross hair) para auxílio no posicionamento de elementos via css. Link da ferramenta

Sabe aquele garoto que ficou de castigo por usar o Firefox???

Standard

O site da escola dele publicou um esclarecimento dizendo que tudo não passou de mais um boato na internet. Segundo o diretor da escola, a carta amplamente divulgada por alguns milhares de blogs, inclusive no Brasil, é falsa e foi construida a partir da alteração de um carta real. A escola garente ter a certeza de que a carta de aviso foi alterada.

Obviamente, isso não passa de mais um movimento velado da Microsoft para espalhar medo entre as crianças americanas impedindo que essas usem o Firefox ou… alguém sacaneou meio mundo. 🙂

Nelson Apontando e dizendo ha ha!

Você não vai acreditar nos seus olhos.

Standard

O autor do site dhteumeuleu, g1doot, está disponibilizando online, uma série de scripts para a criação de efeitos de arte usando dhtml (javascript, css, etc…). O próprio site os chama de scripts de arte, alguns são lentos, outros muito grandes, mas o efeito é impressionante.

Se você desenvolve aplicativos web ou sites, não pode deixar de ter o dhteumeuleu em seus favoritos. A maior parte dos scripts está licenciada sob uma licença creative commons que permite o uso e reprodução não comercial do script mas, no mínimo, serve como aprendizado e inspiração.

Notícia Original.

A SUN suportará comercialmente o OpenOffice

Standard

A empresa começa a ofertar planos de serviço e suporte ao OpenOffice.org ao custo de Us$20,00 por usuário por ano nos Estado Unidos, avançando um degrau em sua estratégia de criar um conjunto de aplicativos para escritório capaz de rivilizar com o Microsoft Office.

Há alguns anos a Sun adquiriu os direitos sobre o código de um, então insípido StarOffice e, alguns anos depois, em um movimento que chamou atenção do mercado decidiu liberar o código fonte dos aplicativos sob um sistema de licenciamento duplo (PDL e LGPL) o que permite que o código seja compilado junto com um outro produto qualquer derivado desse código sem que o produto derivado tenha que ter seu código distribuído. Situação ideal para uma empresa que então, pretendia continuar com o StarOffice obtendo assim os benefícios do trabalho comunitário gratuito que os desenvolvedores voluntários, tradutores, usuários e ativistas fazem pelo produto livre sem precisar abrir mão do diferencial tecnológico que a própria SUN cria para o StarOffice. No entanto, parece que a coisa mudou.

Com uma taxa de downloads beirando o Um millhão por dia e com uma base instalada de 110 milhões de unidades o OpenOffice finalmente virou um produto estratégico para a empresa. Pelo que podemos entender do artigo original da PC World, a empresa não pretende focar nos consumidores domésticos, seu foco é o filé mignon do mercado, as grandes empresas americanas que estão migrando para o OpenOffice. A conseqüência natural disso será a oferta desse produto de suporte para grandes empresas em outros países que já estão migrando ou migraram para o OpenOffice.

Novo Transistor para 50Ghz

Standard

A empresa japonesa Unisantis declara ter conseguido uma nova tecnologia no desenho de transitores que permite que os mesmos chegem a assustadora velocidade de comutação de 50Ghz. Em grosso modo, isso é só 10 vezes mais rápido que o limite permitido pela tecnologia atual. O time de projetitas e gerenciado por Unisantis Fujio Masuoka, o engenheiro responsável pelo desenvolvimento das memórias flash. Não é pouca coisa e merece atenção.

Infelizmente faltou uma informação importante. Como fica a geração de calor? Altas taxas de comutação implicam em grande geração de calor. Pelo menos nas tecnologias atuais. Esse é o motivo da sua cpu ter tantos ventiladores internos e a justificativa técnica encontrada pelas empresas fabricantes de cpu para aumentar o números de núcleos de processamento, aumentando a capacidade de processamento e quebrando a espiral crescente de aumento de freqüência que dominava o mercado há poucos anos.

Notícia Original

Divx Pro de graça de novo

Standard

Update: ATENÇÃO, essa promoção também já acabou. Assine o Rss assim que tivermos novidades eu publico novamente. Obrigado.

Pela segunda vez no ano a empresa está permitindo o download gratuito da versão pro do Divx player e acessórios que normalmente custa US$20,00 . Corra. Na vez anterior a oferta durou poucos dias.

Mas não se engane, não é de graça. Você tem que fornecer seu endereço de e-mail.

Ë claro que você pode fazer um e-mail descartável para o registro e se proteger de eventuais spams…

lnfelizmente só para o mundo windows.