Que tal morar em cima de uma Usina Atômica?

Standard

A Toshiba acha que isso é uma boa idéia e acabou de divulgar o projeto de um reator nuclear em miniatura. Aproximadamente com seis metros de largura e vinte metros de altura. Segundo a empresa essa coisa pouco perigosa utiliza uma tecnologia totalmente segura que impede o derretimento do núcleo e é capaz de gerar 200kw de energia.

Isso seria suficiente para alimentar uma pequena empresa, um conjunto de casas ou mesmo uma vila rural. A Toxhiba espera instalar a primeira dessas maravilhas no Japão em 2008 e começar a vender em 2009.

Nenhum dos sites que pesquisei informou quanto tempo dura o combustível e quem será o responsável por se livrar do lixo radiativo. No entanto, o mercado espera anciso para saber em que país o presidente da Toshiba pretende morar agora. 🙂

Notícia Original

Nasa vai liberar o hardware dos “Cérebros” dos novos foguetes.

Standard

Sem dúvida isso se encaixa na categoria “ir longe demais”.

A Boing será a empresa contratada para desenvolver os sistemas de aviônica dos novos foguetes da Nasa e, para que outras companias possam participar das licitações futuras o hardware será liberado de forma não proprietária. O press release fala das especificações, sem detalhar se é só hardware ou o software também estará incluído.

Esses novos foguetes serão a base para os novos lançamentos, a volta do homem a Lua e provavelmente Marte.

Definitivamente o código aberto vai para o espaço.

Notícia Original

Adobe libera máquina virtual em código aberto

Standard

Há dois dias a Adobe liberou o código fonte de uma nova máquina virtual chamada “tamarin-tracking” nos repositórios do Projeto Tamarin da fundação Mozilla. Essa nova máquina virtual foi concebida para rodar em ambientes restritivos e com pouca mémória. Ou seja, desenvolvida na medida para dispositivos móveis.

O grande apelo dessa máquina virtual é a capacidade de rodar o ActionScript 3. Uma linguágem de programação orientada a objetos que é o trunfo da Adobe para aumentar e popularizar o flash player como plataforma de desenvolvimento. Mas esse não é o alvo. O alvo é o mercado java para dispositivos móveis e embarcados.

Com o ActionScript 3 e essa máquina virtual em código aberto a Adobe começa a ser um jogador importante no mercado de aplicativos para celulares. Principalmente se a comunidade de desenvolvedores de código aberto embarcar nesse barco.

Governo escolhe Laptop de US$361,00. Antigo Laptop de US$100,00

Standard

Ganhou a Positivo Informática, Mandriva e Intel com o projeto Classmate. Menos mal, pelo menos uma parte do dinheiro fica em solo Brasileiro.

Ganhou, mas não levou. Pelo menos foi isso que ouvi na CBN. O reporter falou que o governos ainda vai negociar o preço já que o que eles pretendiam era algo em torno de US$200,00. Ainda assim um absurdo. Espero que reduzam um pouco mais o preço por que Noventa Milhões é um absurdo.

O Classmate tem uma interface um pouco melhor, baseada no Mandriva o que já é um avanço. Mas não muda em nada minha opinião sobre essa compra. Continua sendo um disperdício de dinheiro público. Seu dinheiro, caso a ficha não tenha caído.

Laptop de US$100 pode sair por US$475,00

Standard

A Folha Online – Informática esta reportanto o que está acontecendo no pregão dos 150 mil laptops que o governos pretende comprar. Se esse preço se confirmar, vamos investir aproximadamente R$128.250.000,00 só para adquirir essas máquinas.

Eu tenho evitado falar sobre esse projeto por que discordo da maioria dos meus pares e por que estava torcendo que no fim das contas, esse treco fosse esquecido e deixado de lado.

O Brasil não precisa nem pode embarcar nessa canoa furada. Em um país onde falta giz, quadro negro e professor, laptop é dispensável. Simples assim.

Não fosse isso o Brasil deve ter, sei lá, uns 15 milhões de estudantes no ensino fundamental. É isso? Não sei com certeza, mas me soa razoável. Comprar para 150 mil viola o artigo 5 parágrafo primeiro da nossa constituição. Eu sei. Já violamos tanto esse artigo que nem nos damos conta disso. Com certeza vai aparecer algum jurista com um argumento complicado dizendo que privilegiar uns não é prejudicar outros. Ou alguma outra besteira parecida. Mas o conceito é tão simples: Homens e Mulheres são iguais em direitos e obrigações nos termos dessa constituição.

Tecnicamente falando, o projeto OLPC tem falhas graves. Uma delas, já tão divulgada é a idéia que será tão simples que qualquer criança vai poder consertar. Não é verdade e isso tem sido contestado frequentemente. O que vai acontecer é que em um ou dois anos, todos estarão sucateados e esquecidos.

Economicamente é um absurdo completo. Mesmo que custasse US$100,00 já seria demasiado caro para a utilização que se propõe. Uma das primeiras coisas que se aprende quando fazemos um projeto de hardware de larga escala é que os custos caem na mesma escala. É por isso que se pode comprar celulares a um preço irrisório se pensarmos na tecnologia que está lá dentro. Assim, se o projeto inicial fosse para vender 1 milhão de laptops para os países em desenvolvimento, US$100,00 seria razoável. Mas como se pensava em vender 20 ou 30 vezes mais que isso, o preço de US$100 é um achaque, se considerarmos que é uma iniciativa sem fins lucrativos e que já temos laptos comerciais a preço final em loja de US$ 475,00 rodando Ubuntu. Tenho certeza que uma meia dúzia de engenheiros de países em desenvolvimento fariam melhor. Nem precisa tanto:

OLPC ClassMate PC Asus Eee Everex Cloudbook
Tela 7,5" (1200×900) 7" (800×480) 7" (800×480) 7" (800×480)
Procesador AMD Geode LX-700 (433MHz) Intel Celeron M (900MHz) Intel Celeron M (900MHz) VIA C7 (1,2GHz)
Memória 1GB (NAND) 2GB (NAND) 2GB (NAND) 30GB (HDD)
RAM 256MB 256MB 256MB 512MB
Webcam VGA (640×480) Não 0,3MP (640×480) 1,3MP
WiFi Marvell 8388 802.11b/g/s Realtek WLAN 802.11b/g 802.11b/g Não especificado
Sistema Operacional Fedora (Linux) Mandriva (Linux), Metasys Classmate 2.0 o Windows XP Xandros (Linux) gOS (Linux)
Expansão / Multimídia cartões SD, 3 portas USB Ethernet, entradas de audio 7 portas USB,cartões SD, Ethernet, audio, modem Cartões de memória
Bateria Não especificado (carregador manual) 4 horas 2,45 horas Não especificado
Peso 1.58 kg Não especificado 920 gramas Não especificado
Preço US$188 US$199 US$299 US$400

Pedagogicamente falando deixa muito a desejar. A interface é linda, versátil, simples, produtiva e não tem nada a ver com os os computadores que se usa no mundo real.

Eu tenho um filho em idade escolar, começa o primeiro ano agora. Eu prefiro que ele use o Gnome, Kde, Fluxbox ou Windows a usar o Sugar. Aliás, enquanto escrevo ele está aqui do meu lado navegando na sua própria máquina, usando o Gnome/firefox.
Somos parte dos 20% privilegiados nesse país, o que não justifica que os 80% não privilegiados seja inserido em mais um gueto. Já bastam as favelas.

Se o objetivo era levar o mundo da tecnologia para as crianças, seria melhor que fosse algo que eles possam usar do lado de fora da escola.

Se o objetivo era fornecer uma ferramenta pedagógica para melhorar o aprendizado. Já temos uma solução mais barata e muito eficiente, que teve sucesso em várias versões. Chama-se giz, quadro negro e professor. Admito que a versão atual do aplicativo precise de upgrades, mas é sem dúvida muito melhor que o OLPC. E esse mesmo montante utilizado para fazer o upgrade irá beneficiar muito mais crianças. Lembre que um professor bem pago e bem treinado forma pelo menos 20 crianças todos os anos.

A educação nacional carece de uma discussão ampla, fora do meios pedagógicos, precisa incluir toda a sociedade e precisa mudar. Hoje. O OLPC não vai fazer a menor diferença para as nossas crianças ou para o nosso país e não acredito que vá fazer a menor diferenças para os 150.000 privilegiados que vão recebe-lo. Se você ainda não acredita nisso teste. Pegue algumas crianças e peça para que leiam alguma coisa, ou que resolvam algum problema simples. Ou ainda, pergunte quem foi José Bonifácio de Andrada e Silva. Aposto que se perguntar isso no Rio de Janeiro vai ouvir: O Boni, claro!

Oh! Do Governo! Sai dessa, disfarça, pede o chapéu e vai para a escola. Se querem levar tecnologia para nossas escolas, criem um projeto de reciclagem dos computadores do serviço público para utilização nas escolas. Tenho certeza que os milhares de máquinas que trocamos todos os anos seriam muito melhor utilizadas em configurações de Linux Terminal Server e que atenderiam muito mais crianças.

Linux evolui por pura sorte

Standard

Eu acompanho as listas que tratam do Kernel com freqüência. Sabe como é, por obrigação profissional você faz qualquer coisa até ler lista de Kernel. Mas confesso essa eu perdi.

Normalmente discordo do Linus. Admiro profundamente sua capacidade técnica e o pouco que conheço de sua vida privada mas, convenhamos quando se trata de dar opinião o Homem é um desastre só. Dessa vez tenho que admitir. O cara foi direto no ponto e deixou poucos argumentos para discussão.

A seguir está a transcrição de um trecho de uma mensagem dele.

Ei! Não é uma falha é uma FUNCIONALIDADE!
Sabe quel é a obra de engenharima mais complexa do sistema solar conhecida até o momento?
Adivinhe – não é o Linux, no é o Solaris e não é o Automóvel.

É você e Eu.

Pensa como você e eu aparecemos – não foi graças a nenhum projeto completo.

Correto. “pura sorte”.
Bom, pura sorte e

– Disponibilidade livre e _polinização curzada_ e através do compartilhamentos do “codigo fonte”, mesmo que os biólogos o chamem de DNA.

– Um ambiente de usuário realmente implacável que felizmente substitui versões defeituosas de nós mesmos com versões funcionais melhores e assim controla a manada (os biólogos chamam isso de “sobrevivência dos mais apto”)

– desenvolvimento massivo e não dirigido em paralelo (“tentativa e erro”)

Estou falando muito sério, nós os humanos _nunca_ conseguimos replicar alguma coisa mais complicada que nós mesmos, ainda que a seleção natural o tenha feito sem sequer pensar sobre o assunto.

Não substime a sobrevivência do mais apto.

E jámais cometas o erro de crer que pode projetar algo melhor do que o que obteria se fizer tentativas e erros em paralelo, sem piedade, massivamente e com um ciclo de realimentação.

Isto seria dar a sua inteligência crédito em demasia.

Francamente, a Sun, está condenada e isto não tem nada a ver com suas praticas técnicas ou seu estilo de código.

Quase poético. Fico até em dúvidas se foi ele mesmo quem escreveu isto. Provávelmente foi o espírito de Natal.

É claro que poderíamos argumentar que essa mesma “sobrevivência do mais apto”, levou a instinção espécies que ficaram por aqui umas 20 vezes mais tempo que nós, fazendo o “projeto original” ir para o limbo mas, também em nome do espirito de Natal, fico por aqui mesmo e os deixo com as sábias palavras do Homem.

Notícia Original

Ribbit, você vai usar os serviços deles

Standard

A Ribbit é mais uma empresa do vale do silício tentando revolucionar o mundo. Em minha humilde opinião, na direção certa. Uma api aberta vai fazer toda diferença do mundo. Principalmente em um mundo voltado para redes sociais e comunicação inter pessoal.

O negócio deles é telefonia via IP, o tão badalado voip. Isso lembrou alguma coisa? Asterisk? Isso mesmo, as duas empresas vão atuar na mesma área com aproximações totalmente diferentes. Enquanto o Asterisk fornece um aplicativo de software livre e código aberto para que você possa montar um pabx na sua casa ou empresa e com isso fazer e receber ligações via internet. A Ribbit montou a estrutura voip e está disponibilizando acesso aos seus serviços via uma api aberta.

E o que é que eu tenho com isso? Pergunta a amável Leitora. Simples, responde o pobre blogueiro. Com acesso à api você vai poder integrar esses serviços nos aplicativos que desenvolve, fornecendo aos seus clientes as funcionalidades do telefone. Você não desenvolve nada?

É mais que óbvio que eles não estão parados esperando que nós simples mortais botemos a mão na massa. Estão lançando serviços específicos para empresas e pessoas físicas (já sei lembrou do skype) e, em um arroubo de criatividade 🙂 já integraram o serviço no SalesForce. Não conhece o SalesForce? É somente o “padrão” para aplicativos de atendimento a clientes (CRM, tá simplifiquei) das 500 maiores empresas do mundo. Essa integração já garante que os atendentes, vendedores e etc. possam gravar seus contatos telefônicos ter essas mensagens automaticamente transcritas em texto para buscas e futuras  referências. Que tal? É pouco?

Imagine o seguinte. Você está muito bem lendo seus relatórios de venda e resolve falar com o cliente. Clica em um botão, fala com a pessoa em questão, tem essa conversa gravada e transcrita e pode seguir com seu fluxo diário de trabalho. Eu sei! Muitos de vocês já fazem isso de uma forma ou de outra. Não fazem? Deveriam a tecnologia já existe há algum tempo.

De uma forma ou de outra é o importante para se ter em mente. O negócio deles é fazer com que a forma seja tão simples que o mercado opte por usar a forma deles.

A api é simples, já está sendo fornecida para vários ambientes de desenvolvimento entre eles o Javascript. Ou seja, para rodar sobre um aplicativo php (ruby, perl) são dois toques. E para piorar a situação do Skype, os aplicativos da Ribbit não requerem downloads e instalações complicadas, rodam sobre o Flash, que já está instalado na maioria dos sistemas disponíveis por ai.

Acredite, em alguns meses você será usuário da Ribbit, mesmo que nem saiba disso

Fantasma do Natal? – Presente!

Standard

Ok, eu concordo, essa postagem seria melhor no halloween (é assim que se escreve?). Mas nessa época estava meio para baixo e sem tempo nem de me coçar tentando ajudar na grade do Latinoware.

A idéia é a seguinte: Corte o fantasma do tamanho de um copo grande. Passe álcool no modelo e coloque contra o copo, pelo lado de dentro. Cloque o copo para secar no sol. Depois, em um ambiente com pouca luz, queime um fósforo dentro do copo e veja o que acontece.

Não quer esperar? Veja o vídeo a seguir.

A marca Microsoft será posta a venda no eBay

Standard

“A empresa portuguesa Agencias y redacción resolveu colocar a venda no ebay seu nome e marca comercial. Trata se da Microsoft Ltda, uma empresa especializada em sistemas de informação cujo registro é de 1981. Anterior ao funcionamento da Microsoft em Portugal.”

O comprador poderá usar a marca livremente em portugal e graças aos acordos da comunidade européia ninguém poderá impedi-lo de usar a marca em toda comunidade européia. O lance inicial é um pouco salgado… US$ 1 Milhão. Mas cá para nós, vale a pena só pela confusão que vai causar.

Se bem que, em tempos de boatos e mais boatos na internet, antes de achar que é verdade é melhor esperar os lances começarem. 🙂

Notícia Original