Sua Chance de ajudar o software livre com um ou dois cliques.

Standard

Um grupo de desenvolvedores acaba de abrir uma petição online para tentar convencer a Sony a abrir o acesso ao processador gráfico RSX da Nvídia que fornece o poder gráfico do console.

Em resumo, apesar da Sony ter fornecido uma ferramenta de dual boot para o PS3 e existirem algumas distros já rodando nessa plataforma inclusive nosso amado Ubuntu, essas distros rodam sem poder gráfico ou que impede a visualização de filmes, execução de jogos etc.. Tornando o Gnu/Linux nessa plataforma um sistema de segunda classe.

Para ajudar, simplesmente assinando a petição, clique aqui. Se você clicar e preencher nome e e-mail, e país. Simplesmente clique em Preview Signature e depois em Approve Signature. Fazendo isso vai ajudar na petição e sua privacidade estará garantida.

Matéria original.

Dica do Dia: Personalizando o Ubuntu, Segunda Parte; Instalando Novas Fontes

Standard

Se a amável leitora acompanhou o artigo sobre a personalização do Ubuntu já instalou o Automatix. Não? Então instale! Não tem pressa eu espero… E a sua vida vai ficar mais fácil.

Pronto? OK. Um detalhe interessante do Automatix é que além de aplicativos ele permite instalar alguns drivers proprietários que por motivos de licenciamento não podem ser distribuídos com o seu cd de Instalação do Ubuntu além de algumas fontes muito úteis. Então rode o Automatix e clique em “Não” na primeira janela que abrir. Isso mesmo clique em “Não”, afinal a amável leitora não gostaria de correr o risco de instalar alguma coisa ilegal no seu computador, estou certo? Não? Bem você foi avisada…

Com o Automatix rodando clique em Miscellaneous e clique em Extra Fonts e depois em Start. Uma vez que a instalação tenha terminado, a leitora terá instalado um pacote contendo várias fontes compatíveis com sistemas arcaicos e antiguados e será capaz de encontrar, a Times New Roman e outras fontes disponíveis para seus gráficos, textos, folhetos etc…

Mas, pergunta a irrequieta leitora, como vou instalar as fontes que eu comprei? Aquelas que não estão nos pacotes do Ubuntu?

Nem se preocupe com isso. É bem fácil, veremos isso a seguir, usando o modo Gnome de ser.

Primeiro clique em Computador. Não! Não é Meu Computador é Computador. Santa Semelhança, Batman!

(O Ministério da Tecnologia adverte, qualquer semelhança não é mera Coincidência)

O Botão Computador está ali, no painel de aplicativos. Desculpe! A amável Leitora não sabe o que é Painel de Aplicativos. Bem ele também é chamado de Painel do Gnome, barra de aplicativos, task bar etc. Trata-se daquela barra onde ficam os Ícones dos programas que estão rodando. Por padrão o Ubuntu vem com duas uma no top da tela e outra na base. Achou? Não tem nenhum botão escrito Computador lá? Como assim? Na minha máquina tem. Ah! já sei!

Temos que rodar o Automatix novamente. Que tal usar o Modo Gnome de ser? Pressione as teclas ALT e F2 simultâneamente, você verá uma janela parecida com:

Digite automatix2 na caixa de texto. Que tal achou interessante isso vale para qualquer executável do Gnome, simples não? Tinha pensado nisso? Executar programas em modo gráfico sem tirar as mãos do teclado. Muito útil para quem programa. Agora experimente clicar em Exibir lista de aplicações conhecidas da mesma janela e digite gim…

Voltando as fontes. Onde eu estava mesmo? Lembrei botão Computador. Com o Automatix rodando clique em miscellaneous novamente e selecione Slab e clique em Start. Quando a instalação terminar clique com o botão direito do mouse sobre uma área vazia do painel de aplicações e clique em Adicionar ao Painel.

Uma janela abrirá com as opções de programas, plugins e/ou firulas que podem ser adicionadas ao seu painel procure por um icone de computador com o título Menu Principal, como mostrado a seguir, clique nesse ícone e no botão adicionar.

Pronto! Agora achou o botão Computador! É claro que a amável leitora vai querer remover o menu antigo do seu painel. Mas isso eu deixo a seu cargo, só uma dica, tem algo a ver com o botão direito do mouse.

E para quê eu queria esse botão mesmo? Ah! sim, clique nele e clique em Pasta Pessoal. Caramba! Quanto Trabalho! Tudo isso para abrir o Nautilus.

Oh! Amável leitora perdoai a verbosidade desse pobre autor, sou forçado a isso por que nem todos os meus leitores dominam a esotérica arte de usar um computador.

Agora que o Nautilus abriu, para quem não sabe o Nautilus é o navegador padrão do Gnome. Vamos instalar nossas adoradas fontes pagas, compradas com o seu rico dinheirinho, com o suor do seu rosto..Chega!

Você deve estar vendo uma janela parecida com a mostrada a segir:

Clique em Ir, depois em Localização e, na caixa de texto que abrir digite fonts:///, assim mesmo com três barras. Uma pasta abrirá e tudo que você precisa é copiar as fontes para essa pasta. Pronto, fontes instaladas no modo Gnome.

Como tudo no mundo do software livre existem outras formas de se fazer a mesma coisa. Por exemplo, se a leitora sente falta do Painel de Controle. Pode clicar no botão Computador e clicar em Control Center.

Procure um icone Fonte e clique nele, na janela que abrir clique em Detalhes e novamente em Ir para a Pasta Fontes. Novamente basta copiar suas fontes para essa pasta e elas estarão instaladas.

Eventualmente… muito eventualmente é necessário reconstruir o cache de fonts antes de poder usá-las. Se a leitora odeia a linha de comando do terminal, simplesmente deslog e log novamente. Caso contrário abra uma janela do terminal e digite: sudo fc-cache -f -v isso vai recriar o cache de fontes do sistema como um todo ou fc-cache -f -v ~/.fonts o que vai recriar o cache de fontes apenas do seu usuário.

Chega? Então tá. Por hoje basta, espero que seja útil.

Curta. Uma calculadora fruto do sofrimento

Standard

A amável leitora, certamente fruto da evolução tecnológica, pode não acreditar. Mas houve um tempo onde as calculadoras eram mecânicas. A mais famosa, ou interessante delas era a Curta.

Uma incrível calculadora inventada por Curt Herzstark, durante seu tempo na prisão nazista de Buchenwald.

A última dessas calculadoras foi produzida em 1970. Há alguns dias tive a oportunidade de colocar as mãos em uma delas. Um incrível exemplo da inventividade humana. Capaz de calcular as quatro operações básicas, quadrados, raiz quadrada e cubos, a máquina que vi simplesmente deixava fascinados todos os engenheiros na sala.
Procurei uma imagem que permitisse passar a noção de dimensão da calculadora, mas só encontrei essa:

 

A história da calculadora é mais interessante ainda. Imagine desenhar um mecanismo complexo como esse enquanto está em um campo de concentração e você terá uma idéia restrita do trabalho do sr. Curt.

 

Se tiver domínio do inglês visite os links dessa página.

Definitivamente a Curta vai para a categoria Eu quero um!

Gnome no seu celular. É para já!

Standard

Acaba de ser lançanda a iniciativa Gnome Mobile & Embedded (GMAE para os íntimos. Trata-se de um esforço de coordenação da tecnologias Gnome para uso em sistemas como PDA’s, smartphones , etc..

O grande objetivo é tornar ainda mais simples o uso de GNU/LInux/Gnome nesse tipo de dispositivos.

A iniciativa já conta com apoio da GNOME Foundation, Canonical, Debian, Igalia, Imendio, Intel, Nokia, OLPC, OpenedHand and Red Hat, CodeThink, Collabora, FIC, Fluendo, Kernel Concepts, Movial, Nomovok, Openismus, Vernier, Waugh Partners and Wolfson Microelectronics. entre outros.

O mapa de arquiteturas acima foi descaradamente copiado da página do GMAE.
Dizem que a cópia é a mais sincera forma de admiração, Caso eu tenha violado os direitos de alguém, por favor me informem que retiro. Mas nunca tinha visto um mapa de tecnologias tão bem feito, e achei que deveria colocá-lo no ar.

Bill Gates em Pequim… bem nem tudo saiu como planejado.

Standard

Imagine que o Sr. Bill foi até Pequin para apresentar um seminário sobre criatividade, China e futuro. Depois do seminário, enquanto entregava uma premiação aos estudantes locais… bem veja por si mesmo…

Em detalhe podemos ver na foto que o protesto era sobre…

Segundo as más linguas o amigo que protestou é representante da LPI na China… mas essa informação ainda está para ser confirmada.

Link original: aqui

Dica do Dia: Personalizando o Ubuntu – Primeira Parte

Standard

Bem agora que você já baixou e instalou o Ubuntu, vamos ver algumas dicas para personalizar o seu desktop.

O primeiro passo é instalar uma série de programas que não estão disponíveis na sua distro padrão. Para tornar essa tarefa mais agradável baixe e instale o Automatix

Para a maioria das pessoas basta clicar no link a seguir

http://www.getautomatix.com/apt/dists/feisty/main/binary-i386/automatix2_1.1-3.9-7.04feisty_i386.deb

Escolher abrir com instalador de pacotes GDebi clicar no Botão Instalar Pacote como mostrado a seguir

 

O instalador de pacotes Debian do Gnome irá solicitar a sua senha de usuário e, quando terminar apresentará uma tala com a mensagem Instalação Terminada. Clique em Fechar.

 

O Automatix estará instalado no seu Menu Aplicações, pasta Ferramentas do Sistema.

Clique em Automatix. E o você verá a tela mostrada a seguir:

 

Essa tela informa que se você selecionar a opção Aud-Dvd e/ou fizer o download dos codecs w32codecs, libdvdcss e outros codecs não gratuitos, sem pagar as devidas taxas as empresas distribuidoras destes codecs, estará violando a lei americana e provavelmente alguma lei brasileira sobre direitos autorais. E que o pessoal que criou o Automatix ou esse Blog não tem nada a ver com isso. Se concordar cique no botão Yes.
p>

Sabendo que a amável leitora não irá cometer nenhum crime e nem usar softwares ou codecs piratas na sua máquina. O póximo passo será aguardar enquanto o Automatix configura as variáveis do sistema para poder operar corretamente. Não se assuste se ver uma tela preta cheia de comandos exóticos. O Automatix está baixando as listas de pacotes dos seus repositórios. Demora um pouco.. coisa de dez ou quinze minutos, em uma conexão adsl de 256kbytes.

A proxima tela permite a seleção dos novos programas que você vai instalar. Simplesmente clique no lado esquerdo para selecionar a categoria e no lado direito para escolher os programas que deseja.

Uma vez feita a seleção clique em Start, teremos uma janela que permite o acompanhamento do processo de instalação, nem se preocupe com isso. Na maioria absoluta das vezes o processo corre sem problemas.

Ubuntu 7.04 Disponível para Download

Standard

Acaba de ser disponibilizado para download a versão 7.04 do Ubuntu, nossa amada distro preferida. Nosso mirror mais próximo está em Santa Catarina, na UFSC.

Curiosamente o mirror da UFPR não está listado na página de lançamento.

Excelente oportunidade para ripar sistemas operacionais do século passado da sua máquina e penetrar em um mundo novo de satisfação, segurança e estabilidade.

Dica do Dia: Macho que é macho programa com o VI

Standard

Mas se além de macho, for chegado a umas firulas deve dar uma olhada no simplefold.

Trata-se de um plugin (addon? script? firulas?) para o adorado e odiado editor, que entre outras, simplifica a navegação pelo seu código fonte. Para aqueles que entendem navegação como algo que é feito se se tirar as mãos do teclado. Coisa de macho!

Boa pedida para os amigos phpezeiros, rubyzeiros, javeiros e outros tipos poucos sociáveis que tornam realidade os sonhos mirabolantes de designers alucinados, sem nunca terem aberto um Dreamweaver. Fique ressaltado que Dreamweaver não é coisa de macho!

E ainda no espírito do post anteriror. Macho que é Macho usa o Vi com background preto.

Download do Dia: Thunderbird 2.0 liberado para download

Standard

A fundação Mozilla liberou para download a versão do Mozilla Thunderbird 2.0. Para quem não conhece é o aplicativo para leitura de e-mails desenvolvido pela Fundação Mozilla em software livre. Ok! Fui muito modesto.

Re escrevendo: Trata-se de um poderoso aplicativo para leitura e gestão de e-mails contendo os conceitos mais modernos em gestão de informação utilizando tecnologia webs. Incluíndo tags, filtros, segurança avançada e praticamente tudo que desejamos em um cliente para a leitura de e-mails.

O Download pode ser feito aqui.